Ednéia Silva

Fumantes que querem parar de fumar têm atendimento gratuito (foto Marcello Casal Jr/ABr)
Fumantes que querem parar de fumar têm atendimento gratuito (foto Marcello Casal Jr/ABr)

No domingo, dia 31 de maio, é comemorado o Dia Mundial sem Tabaco. Quem deseja parar de fumar encontra ajuda na rede pública de saúde. A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o IBGE, revela que, em 2013, 73,1% das pessoas que tentaram parar de fumar conseguiram tratamento.

De acordo com o Ministério da Saúde, 39.228 equipes de saúde na família, mais de 23 mil em todo o país, estão prontas para oferecer o tratamento ao tabagismo em 5.460 municípios. Rio Claro faz parte da lista de municípios que oferecem tratamento gratuito contra o tabaco.

O trabalho é desenvolvido pelo Centro de Especialidades em Saúde Mental (CESM), que funciona na Rua 12, número 175, entre as avenidas 19 e Saudade, no bairro Consolação. O programa existe desde 2007.

De acordo com a prefeitura, o período de tratamento dura três meses. São realizados encontros semanais com orientações de um psicólogo, um médico e uma enfermeira, que contam com o apoio de apostilas. A medicação, quando necessária, também está incluída no tratamento.

O programa atende 30 pessoas por período de tratamento, divididas em dois grupos. Porém, algumas pessoas não concluem o tratamento. Mas esses casos são minoria. O programa vem gerando grande interesse na comunidade, tendo inclusive lista de espera.

A grande maioria dos pacientes é formada por pessoas que já estão com a saúde comprometida e precisam reduzir o uso de tabaco. São pessoas com mais de 40 ou 50 anos e que procuraram tratamento a partir de indicação médica. Esses casos têm prioridade no programa. Para participar dos grupos do CESM é preciso fazer inscrição e aguardar chamada. Para mais informações a comunidade pode entrar em contato pelo telefone 3532-1938.

O Ministério da Saúde alerta que “o tabagismo é um fator importante para o desenvolvimento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares”. Além disso, o uso do tabaco continua sendo a principal causa de mortes evitáveis em todo o mundo.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Nove estados anunciam Lei Seca para domingo

Aneel mantém bandeira tarifária verde para outubro