Dezesseis partidos assinam manifesto por aumento de vereadores

76

Coluna PolítiKa/Antonio Archangelo

Cópia do manifesto “pela democracia e pelo aumento da representatividade do povo e das entidades organizadas”
Cópia do manifesto “pela democracia e pelo aumento da representatividade do povo e das entidades organizadas”

Na tarde dessa quarta-feira, 17 de junho, o manifesto pela democracia e pelo aumento da representatividade do povo e das entidades organizadas foi entregue a esta coluna. Neste, apenas o DEM, PSDB, PP, PTB e PEN não deram aval ao aumento dos vereadores de Rio Claro para a próxima legislatura.

Beneficiados com a mudança, caso ela seja aprovada na Câmara de Vereadores, os partidos, de acordo com presidentes de outras siglas, utilizaram o movimento para “ficar bem junto à opinião pública”, citou presidente de um diretório.

No documento, os partidos: PRP, PSC, PSD, PSOL, PT, PTC, PTN, PV, SDD, PCdoB, PDT, PHS, PMDB, PPS, PRB e PROS citam o fato de que, pelo número de habitantes, Rio Claro já poderia contar com 21 vereadores, mas “insiste em ficar com uma representatividade de uma cidade entre 30 e 50 mil habitantes”, comentou um sindicalista.

“Considerando que Rio Claro conta atualmente com somente 12 vereadores, número esse que não contempla de forma democrática e proporcional toda a população, bem como dificulta o atendimento de seu Povo, pois com base na Constituição Federal estamos com a representatividade de um município com 30 mil habitantes. Portanto, nós, presidentes dos partidos, representados nesta cidade, abaixo-assinados, defendemos a ampliação da representatividade popular e democrática, através do aumento do número de vereadores na Câmara Municipal”, afirma o documento assinado em 10 de junho, cujo teor foi antecipadamente tratado nesta coluna.

De acordo com o que apurou o Jornal Cidade, o projeto de lei que proporcionará o aumento de vereadores deverá dar entrada no legislativo nesta quinta-feira, 18 de junho.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: