A Associação de Bares e Restaurantes de Rio Claro (Ariobar) reafirmou ontem (5) que os comerciantes do setor e demais estabelecimentos retomarão o atendimento presencial na próxima quinta-feira (8) no município. Carta comunicando essa iniciativa foi entregue na semana passada pela entidade ao prefeito Gustavo Perissinotto (PSD).

“Decidimos e estamos indo em frente. Estamos articulando com todos os setores essa abertura até o dia 8. Estamos também em diálogo constante com os órgãos responsáveis, como Ministério Público e Vigilância Sanitária, para que entendam que isso não é uma ofensa contra eles, mas simplesmente um ato de desespero nosso, de bares e restaurantes, porque toda ‘gordura já queimamos’, alguns tiveram que fazer empréstimos, está virando uma bola de neve. Por isso temos que tomar essa medida drástica, porque nosso setor está perdendo uma média de uma ou duas empresas por semana. Então, se não agirmos rápido, daqui a pouco vamos entrar em colapso”, lamentou Gustavo Sousa, presidente da Ariobar.

Na data escolhida para reabertura, no dia 8, ainda estará vigente a Fase Emergencial do Plano SP estabelecido pelo Governo do Estado que proíbe a abertura dos comércios considerados não essenciais. A vigência desta Fase seguirá até o dia 11 de abril. No JC, na última semana, o prefeito Gustavo afirmou que os comércios estarão sujeitos à fiscalização.