Rodrijes Dragone Spiller, 36 anos, é apontado pela Polícia Civil como autor do homicídio

Exatamente um mês após a morte da empregada doméstica Ana Talita da Silva, de 19 anos, a Justiça acatou nessa quarta-feira (8) o pedido de prisão preventiva contra o motorista Rodrijes Dragone Spiller, 36 anos, apontado como autor do crime que tirou a vida da jovem no dia 8 de março em uma área rural entre o Jardim Novo e o Distrito de Assistência.

O acusado estava preso por determinação de prisão temporária desde o dia 13 de março em Rio Claro. Agora, deverá ser transferido para a Centro de Detenção Provisória de Piracicaba, onde aguardará o julgamento. Ana Talita foi encontrada sem vida e com perfurações na região da cabeça.

Relembre

Conforme o Jornal Cidade noticiou anteriormente, o envolvimento de Spiller passou a ser alvo da Polícia Civil já que, um dia antes da localização do corpo, a vítima esteve com o motorista após solicitar uma corrida até um supermercado a pedido da patroa.

Ana Talita, depois que saiu com o motorista, não retornou mais e foi dada como desaparecida. Ambos já se conheciam e a prestação de serviços de Rodrijes à Ana Talita e à patroa dela era algo comum.

O motorista chegou a ficar alguns dias desaparecido, reapareceu no dia 10 e, depois de chegar à casa onde mora com a mãe, foi até a delegacia para prestar esclarecimentos.