Para a vereadora Maria do Carmo Guilherme (MDB), houve erro de escolha no direcionamento dos recursos na saúde pública de Rio Claro. Além de comentar o cancelamento de cirurgias nas chamadas carretas da Saúde, a vereadora também comenta e se posiciona contrária ao projeto de empréstimo de R$ 60 milhões.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Chuvas deixam 45 mil desalojados e 6,6 mil desabrigados em Minas

Correios decidem manter os preços das encomendas