Câmeras viram alvo de bandidos em Rio Claro

1967

Laura Tesseti

Um recurso usado para aumentar a segurança e garantir melhor proteção às residências e estabelecimentos comerciais de Rio Claro agora é alvo de criminosos na cidade.

Rodrigo Rizzo, proprietário de uma empresa especializada em instalação e manutenção de câmeras de monitoramento, explica que os furtos sempre aconteceram, mas que no último mês o número aumentou e muito. “Costumamos fazer manutenção dos equipamentos constantemente ou quando existe a necessidade devido a algum dano, mas estamos recebendo muitos chamados neste mês, pois, além do furto, também danificam o local onde as câmeras estão instaladas.”

O empresário conta que, pelo menos uma vez por semana, ao longo do mês de janeiro, cuidou de casas onde os equipamentos foram furtados. “Na madrugada de segunda para terça-feira (31) levaram os refletores da casa de um cliente e rapidamente orientamos a instalação de outros, assim como fazemos com as câmeras furtadas ou danificadas nos locais que atendemos.”

A reportagem conversou com a vítima do furto dos refletores e a mesma demonstrou sua indignação. “Levaram o equipamento que acende as luzes das câmeras. Buscamos por mais segurança e fazemos a manutenção corretamente, mas foi preciso gastar novamente, pois não podemos deixar sem os refletores, já fomos assaltados”, finaliza.

Dicas

Rodrigo Rizzo comenta que orienta sempre seus clientes a instalar os equipamentos em locais altos e seguros. “Indicamos aos proprietários os equipamentos para o local e orientamos sempre sobre como proceder”, finaliza.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: