A Polícia Ambiental do Estado de São Paulo e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente acompanham um caso de denúncia de caça ilegal dentro da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, em Rio Claro. A observadora de aves Maria Fernanda Belchior junto com um outro amigo flagraram a prática e ficaram chocados com as cenas gravadas por câmeras colocadas na mata: “Nós instalamos os equipamentos com a devida autorização para filmar os animais em seu habitat. Queríamos registrar cenas legais e acabamos nos deparando com cenas de matança, algo muito cruel”, conta Maria Fernanda.

Ela espera que, a partir da denúncia, o Estado invista em mais tecnologia e segurança: “São dois guardas por turno no Horto. Não acho que existe uma falha, mas sim uma falta, porque dois profissionais em uma extensão como aquela é muito pouco. Câmeras de monitoramento também seriam uma ferramenta muito importante”, finaliza.

Caça no horto

A prática é frequente na área e é proibida em qualquer âmbito, já que é uma área de preservação ambiental. Vários tipos de armadilha são encontrados frequentemente na mata.

Mais em Segurança:

Boletim Policial desta quarta-feira (1°)

Jovem morre após ser esfaqueado por tio da esposa