O Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo encerrou, na noite de sábado (29), dois eventos clandestinos em bares nos bairros de Pinheiros e Bela Vista, na capital. Mais de 700 pessoas estavam nos estabelecimentos no momento da fiscalização. As ações foram deflagradas pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra), do Departamento de Operações Especiais de Polícia (Dope), em conjunto com Vigilância Sanitária do Estado, Procon-SP e órgãos fiscalizadores do município.

A festa clandestina flagrada em um bar de Pinheiros reuniu cerca de 600 pessoas, sendo que 500 delas não faziam uso da máscara de proteção facial. Os policiais apreenderam grande quantidade de bebida alcóolica, uma mesa de som, uma mesa de iluminação, dois processadores, um notebook e cinco máquinas de cartão. Quatro funcionários do local foram conduzidos ao distrito policial e autuados por infração de medida sanitária preventiva.

No bairro Bela Vista, o Comitê fechou uma festa com 150 pessoas e a Vigilância registrou a presença de 95 pessoas sem máscara. Os policiais apreenderam bebidas alcóolicas, duas mesas de som e duas máquinas de cartão. Três funcionários do local foram encaminhados ao distrito policial, onde foram autuados por infração de medida sanitária preventiva.

Foi solicitada perícia para os dois locais. Os casos foram registrados pela 2º Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra a Fazenda (Disccfaz), do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Prefeitura recapeou trechos no São Miguel

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30