Botucatu sai na frente com uma estratégia inédita, que é agregar tudo aquilo que foi positivo em diferentes países”. As palavras são da Diretora da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) da Unesp, professora Maria Cristina Pereira Lima (Kika), e refletem um balanço da reunião realizada na tarde da última segunda-feira, dia 30, na Superintendência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), com autoridades de Botucatu.

No encontro foi estabelecido um convênio entre a Unesp no câmpus de Botucatu, o Hospital das Clínicas da FMB (HC-FMB), a prefeitura e empresas que visa a ampliação dos testes de Covid-19. A iniciativa, inédita até então, tem o objetivo de enfrentar a epidemia do modo mais eficaz: testando.

Cerca de 20 mil testes serão realizados pelo Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro do HC-FMB ao longo de quatro meses. A realização dos testes será iniciada imediatamente, prioritariamente em pacientes graves internados no HC-FMB e em profissionais da saúde com sintomas gripais. 

“A cidade vem mantendo, com muito esforço, o isolamento social; as pessoas estão ficando em suas casas. A gente conta com o Hospital das Clínicas, que é uma referência e está sendo apontado como uma referência pela Secretaria de Estado da Saúde para receber casos graves da doença. E a gente conta com a Unesp, câmpus de Botucatu, que une todos os esforços para que a gente possa fazer o diagnóstico por biologia molecular do maior número de casos possíveis”, pontuou a professora Kika.

Segundo o infectologista do HC-FMB, o professor Carlos Magno Fortaleza, a rápida identificação e o isolamento dos infectados com Covid-19 e das pessoas que com eles convivem são essenciais para reduzir o impacto da pandemia.

“O HC-FMB já conta com 500 kits do teste considerado padrão-ouro (RT-PCR), que identificam o coronavírus, para os pacientes graves e internados. Esse é um esforço inédito para combate à Covid-19, e posiciona nossa cidade na vanguarda dessa luta”, disse Carlos Magno.

O Superintendente do HC-FMB, o médico André Balbi, acredita que o acordo selado nesta ação pioneira será essencial na luta do HCFMB contra o coronavírus. “Esta parceria fortalece ainda mais nossa assistência, que está trabalhando incansavelmente para atender todos os pacientes que precisarem do HC neste momento”, afirma.

Critérios para testagem
Os critérios para a realização de testes na população em geral, após a testagem do grupo prioritário (internados graves e profissionais da saúde) serão os seguintes:
1 – Pessoas com sintomas gripais que tiveram contato próximo com casos confirmados ou suspeitos de Covid-19;
2 – Pessoas com sintomas gripais que pertencerem ao grupo de risco (idoso ou com doenças crônicas).

Auxílio Fapesp
Na manhã desta terça-feira (31), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) sinalizou positivamente a uma demanda de pesquisadores da Unesp em Botucatu. 

De acordo com professora Kika, diretora da Faculdade de Medicina, foram solicitados recursos de duas fontes diferentes (assistência e pesquisa) para aquisição de insumos que serão utilizados na realização de exames. “Nós poderemos usar recursos para comprar o material necessário para 5.000 exames”, lembrou a dirigente da unidade universitária.

A utilização da verba será para assistência, em primeira instância, o que possibilitará o aprendizado e o conhecimento do vírus e da manifestação da doença em nosso país.