Situação da Estrada Antônio Silveira Pedreira preocupa

357

Conhecida como a Estrada Velha que liga Rio Claro a Ipeúna, a Antônio Silveira Pedreira é um importante trecho do município onde passam diariamente centenas de veículos de pequeno e grande porte.

Em toda a extensão estão plantadas inúmeras árvores e são exatamente elas que estão gerando muitas preocupações. Recentemente um incêndio criminoso aumentou ainda mais os riscos, já que muitas caíram e ficaram bem próximas ao tráfego.

“Não temos acostamento aqui e o que nos preocupa são três pontos: os restos que ficaram na estrada e podem ser a qualquer momento alvo de outro incêndio, aquelas árvores que ainda não caíram mas estão mortas e ocas por dentro e os galhos de muitas que cortam de um lado para o outro trazendo risco de quedas e acidentes”, afirma Nelson Damasceno dos Santos, que é funcionário de uma granja localizada no trecho.

Árvores entortaram e galhos cortam de um lado para o outro causando riscos

Já o proprietário de uma empresa que prefere não se identificar disse que teme por uma tragédia: “Eu sou uma das pessoas que passam diariamente pelo local e realmente, se providências não forem tomadas, o pior pode acontecer. Estamos em uma época em que temporais acontecem e qualquer vento mais forte pode derrubar um desses galhos ou árvores. Se isso atingir um motociclista e até mesmo um veículo, pode ser fatal. Por isso seria uma manutenção de ponta a ponta na estrada. Nós infelizmente não podemos fazer nada, pois é de responsabilidade do DER”.

Árvores caíram e troncos estão às margens

O que diz o DER

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que todas as medidas já estão sendo tomadas. Agentes da Unidade Básica de Atendimento e da Central de Operações e Informações do DER mantêm o constante monitoramento do trecho.

A equipe técnica da Divisão Regional do DER junto com a prefeitura municipal realizará uma vistoria no local onde serão coletados dados sobre as condições da vegetação e apontará a melhor solução técnica para as intervenções necessárias.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: