Rio Claro e Ipeúna pretendem fazer parceria para consertar pontes

220

Divulgação 

Os municípios de Rio Claro e Ipeúna estudam fazer parceria para consertar as pontes do Farol, que dá acesso ao Campo do Cocho, e do Sitinho, no distrito de Assistência, que há meses aguardam reparos dos danos causados pelas chuvas. As duas pontes ficam na divisa entre as duas cidades. “Essas pontes estão quebradas há anos e foram esquecidas. Estamos tentando resolver o problema por meio de trabalho conjunto”, informa o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. O custo para o conserto das pontes será dividido entre os dois municípios.

O prefeito de Ipeúna, José Antonio de Campos, o Zé Banana, comenta que as duas cidades têm que unir forças para resolver o problema que se arrasta há meses. “Mesmo com recursos escassos vamos procurar atender os produtores rurais da região e demais pessoas que utilizam as pontes, como o transporte escolar”, afirma.

O secretário municipal de Obras de Rio Claro, Paulo Roberto de Lima, informa que está sendo feito levantamento sobre o custo das obras. “Vamos analisar a situação e ver a melhor forma de realizar o conserto, cedendo mão de obra e equipamentos e compra de material”, explica. Para Lima, a realização do serviço somente será possível por meio de parceria entre os dois municípios.

O conserto das pontes é uma reivindicação de usuários e produtores rurais da região. “A reforma e liberação das pontes trarão um ganho muito grande aos produtores que precisam delas para escoar a produção”, comenta Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura. Hoje, é utilizado desvio que aumenta o percurso.

Além das pontes do Farol e Sitinho, Juninho da Padaria e Zé Banana pretendem buscar apoio do governo do estado para reformar a ponte sobre o Rio Passa Cinco, no bairro Quilombo, que caiu há cinco anos. Essa obra tem valor elevado estimado em R$ 1,2 milhão.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: