Presidente Michel Temer, que, em reunião com ministros na última segunda-feira, 24, pediu presença maior de seus auxiliares no Congresso Nacional.

Antonio Archangelo

O presidente em exercício Michel Temer (PMDB) está há pouco mais de 100 dias na função, após afastamento de Dilma Rousseff (PT) (Foto: Lula Marques)
O presidente em exercício Michel Temer (PMDB) está há pouco mais de 100 dias na função, após afastamento de Dilma Rousseff (PT) (Foto: Lula Marques)

A Pesquisa Limite/JC registrada na Justiça Eleitoral sob o número SP 00819/2016 também perguntou ao rio-clarense como ele avalia a administração do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) até o momento.

Para 33,2%, a administração do peemedebista foi reprovada; sendo 13,7% dos entrevistados elencando a gestão como ruim e 19,5% péssima. Outros 16,3% aprovam o governo de Temer, sendo: 1,3% que consideram o governo ótimo e 15,0% uma administração boa. Para 45% a administração de Michel Temer é regular e 5,5% dos entrevistados não responderam.

A pesquisa foi contratada pelo Jornal Cidade e realizada pela Limite Consultoria e Pesquisas de Marketing entre os dias 16 e 19 de agosto, sendo entrevistados 708 eleitores da cidade de Rio Claro. A metodologia empregada foi entrevista pessoal individual. A margem de erro é de 3,7% e o intervalo de confiança de 95%.

Temer - Avaliação

Estratificado

O índice de aprovação da gestão do presidente chega a 24,7% entre os entrevistados com renda familiar igual ou superior a cinco salários mínimos; neste estrato, inclusive, o índice de aprovação é igual ao de reprovação; além disso pontua 20,6% entre os entrevistados com pelo menos Ensino Superior.

Em relação à reprovação, que é maior em todos os estratos da amostra da Pesquisa Limite/JC, é preciso citar que a reprovação do governo Michel Temer chega a 45,3% entre os entrevistados de 16 a 24 anos; e 39,6% entre os entrevistados residentes na região dos bairros Residencial Florença, Recreio das Águas Claras, Vila Industrial, Parque Mãe Preta e Jardim América.

O gabinete da presidência da República obteve o resultado e se manifestou que, “Em razão da exiguidade de tempo e da impossibilidade de tratativas com o próprio Presidente antecipadamente, informo que não será possível manifestação institucional em tempo hábil”.

LIMITE/JC

A pesquisa ouviu 708 entrevistados, eleitores de Rio Claro, e possui intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 3,7%.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Saiba como denunciar assédio sexual sofrido no trabalho

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30