RC Basquete derrota Paulistano, atual vice do estadual e do NBB

62

Matheus Pezzotti

Equipe soube aproveitar o fator casa para vencer na estreia do Campeonato Paulista
Equipe soube aproveitar o fator casa para vencer na estreia do Campeonato Paulista

Apesar do nervosismo e principalmente da ânsia em finalizar as jogadas que ocasionaram vários erros, o RC Basquete não se intimidou e, apoiado pela torcida, venceu o Paulistano na estreia do Campeonato Paulista por 75 a 71 (36 a 33 no primeiro tempo) no ginásio Felipe Karam, pelo Grupo B, nessa quinta-feira, 7.

Com as parciais 16 a 19, 20 a 14, 14 a 14 e 25 a 24, os cestinhas foram o ala Luisinho, pelo RC Basquete e o ala/armador Pedro, pelo Paulistano, ambos com 19 pontos.

O time volta a jogar no próximo domingo (10), às 18h, contra o Pinheiros, fora de casa, que perdeu para a Liga Sorocabana por 79 a 69. Ainda nessa rodada, o São José venceu Santos por 66 a 63, o Palmeiras derrotou Bauru por 74 x 69, Franca superou Mogi das Cruzes por 83 a 73 e Lins perdeu para Limeira fora de casa por 74 a 54.

O JOGO

O técnico Marcelo Tamião preferiu iniciar com o time base campeão da Liga Ouro, com Estevam, Sossai, Caio, Luisinho e Eric Tatu, deixando principalmente os reforços no banco e a primeira cesta no estadual e na nova quadra foi do pivô Estevam, com estilo, com uma enterrada. O jogo seguiu equilibrado mais pelos erros de ambos os times, mas com o diferencial do Paulistano aproveitar mais arremessos dos três pontos, fechando em 16 a 19.

No seguinte, RC Basquete não conseguia marcar e sofria com a marcação, que chegou a ficar 11 pontos à frente, mas com Estevam, Alvaro, Mosso, Luisinho e Brow, o time que melhor jogou no início da partida conseguiu virar para 34 a 33 e depois fechou o primeiro tempo em 36 a 33 (20 a 14). Na ida para o vestiário, o técnico Marcelo Tamião classificou o primeiro tempo como “muito ruim”, pois o time teve a chance de abrir mais pontos e não aproveitou. Na volta, o jogo seguiu mais equilibrado, com os times melhores, com 48 a 43 (14 a 14) para o time rio-clarense.

No último quarto, RC Basquete chegou a abrir 10 pontos (59 a 49) faltando sete minutos, mas após pedido de tempo do Paulistano e com RC afobado para finalizar, ao invés de gastar o tempo, errando e proporcionando os contra-ataques, o time adversário diminuiu a diferença para 63 a 61, e após inúmeros pedidos de tempos de ambos os técnicos, lances-livres, convertidos pelo RC, desperdiçados pelo Paulistano, o time rio-clarense fechou o quarto em 25 a 24 e o jogo em 75 a 71.

“Sabíamos que seria difícil, pelos desfalques e pelo adversário. Rio Claro tem tradição e soube jogar melhor”, resumiu o técnico ‘interino’ Beto Jayme, que substitui Gustavinho que está como auxiliar na Seleção Brasileira que disputará o Mundial.

Apesar da vitória, Tamião atenta às melhoras que o time precisa fazer.

“O time precisa saber segurar o placar, gastar a bola, sem afobação, mas apesar dos erros e desentrosamento, vencemos e não foi qualquer equipe. Soubemos jogar, virar o placar e administrar nos momentos cruciais”, analisa.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: