Toda doação é bem-vinda, mas os tipos sanguíneos A+ e O+ são os que apresentam maiores baixas

A partir do dia 21 de novembro, a UNICAMP, que é um dos maiores centros de pesquisas na área de hemoterapia do Brasil, será responsável pelo fornecimento de sangue para a Santa Casa de Rio Claro. A mudança trará inúmeros benefícios que vão, da redução de custos operacionais, ampliação de outros setores, e claro, aliança com uma das instituições brasileiras mais avançadas em medicina transfusional. “Na prática, não muda nada para a população, exceto o fato de que as coletas não serão mais realizadas na Santa Casa.”, explica Jorge Pedro, Vice-provedor da Santa Casa de Rio Claro.

As medidas estão ligadas à todas as movimentações da Santa Casa de Rio Claro, que inclui a gestão do nosso Setor de Urgência e Emergência Nossa Senhora de Lourdes, antigo PSMI. “Temos que nos concentrar na gestão e estabelecer parcerias de alto nível que garantam a mesma qualidade do nosso serviço, e realocar espaços e verba para outras ações necessárias que trarão ainda mais qualidade de atendimento para a população”, explica Sterzo.

A Santa Casa de Rio Claro sempre foi modelo de gestão entre os hospitais filantrópicos do Brasil. Baseada na transparência e ética, é uma das poucas entidades filantrópicas que não estão endividadas, sempre mantendo em dia seus compromissos com os colaboradores e fornecedores. “Estamos sempre um passo à frente da crise. Não é fácil, é um exercício diário de olhar para a instituição e sua missão, e fazer as melhores escolhas, como essa que estamos fazendo agora”, diz o diretor.

O QUE MUDA

A única mudança será na captação de sangue, que passa a ser feita pela UNICAMP, com sua ampla estrutura. O espaço onde hoje funciona a captação do Banco de Sangue será desativado, e um estudo está sendo realizado para a ampliação do nosso setor de Oncologia.

O Banco de Sangue da Santa Casa de Rio Claro funcionou durante mais de meio século, recebendo doadores e fazendo a coleta. “Queremos agradecer à todas as pessoas que fizeram da doação um ato de amor. Sempre fizemos um trabalho ativo e pudemos contar com a população. Mas, agora, é um novo momento, nossa meta é ampliar o atendimento à população na área hospitalar, por isso, é um passo importante”.

A Santa Casa permanece como agência transfusional, ou seja, todos os pacientes continuam sendo assistidos da mesma forma. “E agora com essa nova parceria vamos contar com toda a qualidade e o amplo quadro de doações da UNICAMP”. “Unidos a um dos maiores centros de pesquisa do país, ficamos ainda mais fortes”, finaliza Francisco.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Aos 26 anos, jovem sai de RC e promove eventos no Canadá

Pontos de alagamento são registrados após chuva em Rio Claro