Antonio Archangelo

Liderados pelo ex-vereador Sivaldo Faísca, moradores do Progresso II também marcaram presença na última ordinária
Liderados pelo ex-vereador Sivaldo Faísca, moradores do Progresso II também marcaram presença na última ordinária

A última sessão ordinária do semestre foi marcada pelo duelo entre os vereadores Paulo Guedes e Juninho da Padaria (DEM). A discussão foi motivada pela autoria de pedidos que resultarão na pavimentação da estradas como a que liga o bairro Nosso Teto e a SP-191.

Mesmo ainda sem sair do papel, a assinatura de alguns dos projetos da obra, “acalorou” o discurso dos vereadores que teoricamente estariam unidos na oposição ao governo Altimari.

Na sessão da semana passada, o democrata insinuou que o tucano seria um “chupim”, por alardear que teria sido o autor de articulação que resultaria na pavimentação das vias.

Ontem, foi a vez de Guedes retribuir a “gentileza” e chamar o vereador e o deputado Aldo Demarchi de “papagaio de pirata”. Munido de documentos e nervoso, Guedes disse que tem como provar que o trabalho iniciado por ele e por membros do PSDB local teria sensibilizado o governador no sentido de autorizar a obra.

“Tenho como provar, está aqui o trabalho sério feito com ajuda de uma empresa do ramo sucroalcooleiro” disse. Juninho retrucou “fotos, eu tenho várias”.

A troca de acusações foi encerrada por intermédio do vereador Julinho Lopes (PP) e Maria do Carmo (PMDB) que avisaram o tucano que os pedidos de pavimentação são anteriores ao seu mandato. “Em 2010 até o prefeito se reuniu com o Departamento de Estadas de Rodagem”, disse Julinho.

“Esse pedido é da época do Cláudio Di Mauro” comentou Do Carmo se referindo a pavimentação de parte do Jardim Nova Rio Claro.

O debate entre os vereadores foi acompanhando pelo presidente do PSDB de Rio Claro Guilherme Pfeifer, que esteve na ordinária.

JACUTINGA

No ano passado, Guedes divulgou nota anunciando que uma Usina teria aceitado custear o levantamento topográfico das vicinais de Jacutinga (RCL 060), Sobrado (RCL 151) e da Rua Seis (RCL 338), projeto básico para a realização da licitação visando a pavimentação. Todas são consideradas estratégicas por darem acesso à rodovia Wilson Finardi, que liga Rio Claro a Araras.

Na oportunidade, participaram da reunião, o vereador, o prefeito Du Altimari, o secretário municipal de Obras, Rodrigo Musso, e o secretário de Agricultura De Lucca.