Divulgação

Comum na rotina alimentar de muita gente, um simples de pé de alface pode ser comprado por centavos em um supermercado, porém o processo de separação de sementes, montagem da horta e ver as primeiras folhas surgirem não tem preço para as crianças que ficam na Casa da Esperança em Cordeirópolis.

Hoje a unidade que abriga crianças recém-nascidas até 15 anos – que por determinação judicial não podem ficar com os pais – conta com um projeto inédito no município. Na área externa da Casa, uma horta suspensa foi montada sobre estruturas de madeiras formadas por paletes e por garrafas pet descartáveis. “As crianças acompanham tudo e fazem questão de todos os dias irem molhar e ver como está a evolução de cada plantinha”, diz a coordenadora da Casa da Esperança, Kátia Regina Ribeiro Philomena.

A Nova Casa da Esperança de Cordeirópolis, que fica no Distrito Industrial, foi inaugurada no início deste ano pela prefeitura municipal e conta com 1.900 metros quadrados, sendo que 550 são de área construída. O novo espaço conta com instalações que conferem mais conforto e promovem mais bem-estar aos assistidos.

Mais em Notícias:

Rio-clarense morre em acidente de moto em Piracicaba

Santa registra 224 casos positivos da Covid-19