Projeto de Dança quer descobrir novos talentos

597

A Sociedade Philarmônica Rioclarense transformou-se num palco onde a arte e o corpo se encontram para um único objetivo: promover uma educação transformadora por meio da dança. O bailarino Rafael Vicente de Paula Silva desenvolve no espaço o Grupo De Paula e Projeto Social em Dança, com as modalidades Ballet clássico e Jazz.

Podem participar alunos de quatro a 14 anos, mediante critérios. As aulas são realizadas às segundas e quartas-feiras. A proposta conta com a supervisão da nutricionista Evelyn Anton e do professor cênico Sandro Maciel, para o melhor resultado dos trabalhos, bem como o apoio da professora Kevelyn Vaz.

De acordo com De Paula, a intenção é formar um grupo para representar a cidade artisticamente em eventos. “Com esse projeto, o trabalho visa selecionar talentos e montar um grupo que possa levar o nome de Rio Claro para outros lugares”, explica o bailarino.

O projeto utiliza as várias formas de expressão corporal para que o participante desenvolva sua criatividade de maneira espontânea. O que se procura não é a perfeição ou a criação e execução de danças, mas o efeito benéfico que a atividade criativa da dança tem sobre cada um, além de respeitar as aptidões de cada aluno.

“O nosso objetivo está na utilização do ensino da dança como educação transformadora, por meio da minha vivência e experiência em projetos sociais e atuação como bailarino profissional em companhias da dança e festivais”, conclui De Paula.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: