Porte estadual de arma dá mais segurança para guardas civis

856

Os guardas civis municipais de Rio Claro agora podem portar arma de fogo fora dos limites do município. Nesta semana, a prefeitura finalizou os trâmites na Polícia Federal para que os GCM possam transitar armados em todo o estado de São Paulo. “É uma conquista que traz mais segurança para esses profissionais empenhados na proteção da comunidade”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Ele conversou com os GCM sobre o assunto na quarta-feira (26), durante revista geral da corporação.

“Na atividade, os guardas civis também receberam o manual de procedimento operacional da GCM”, informa o secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antônio Bellagamba. “Trata-se de uma cartilha baseada no regulamento disciplinar da corporação, e com ela reforçamos vários métodos, técnicas e táticas que a Guarda Civil deve usar nas mais variadas situações, sempre privilegiando a qualidade no atendimento à população”, explica.

De acordo com o comandante da Guarda Civil de Rio Claro, Luís Fernando Godoy, o porte de arma estadual para a corporação foi liberado pela Polícia Federal após rigorosa análise. “Fizemos a solicitação há cerca de dois meses e nesse período, apresentamos toda documentação necessária, mostrando que nossos GCM estão aptos a receber a autorização”, explica.

Assim como o municipal, o porte de arma estadual vale também para os horários em que os profissionais não estão em serviço. “Em caso de viagem nos momentos de folga, por exemplo, os guardas civis poderão contar com essa proteção a mais”, explica Godoy, lembrando que há membros da corporação que trabalham em Rio Claro e moram em outras cidades. “Eles serão diretamente beneficiados por essa medida”, completa.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: