Plantão policial: tráfico, furto na Unesp, roubo de veículo e outras ocorrências

1620

Menor no tráfico no Guanabara

A Polícia Militar de Rio Claro atendeu uma ocorrência de um menor infrator, 15 anos, praticando tráfico de drogas às 16h30 nesta sexta-feira (20) na Rua 9 no Jardim Guanabara. O menor acusado tinha em seu bolso, 55 invólucros de cocaína.
O pai do adolescente infrator esteve na delegacia no plantão e o menor foi entregue na sua responsabilidade, após a ocorrência.

Furto dentro da Unesp no Bela Vista

Furto de uma bicicleta foi registrado na tarde de sexta-feira(20) dentro do campus da Unesp na Avenida 24-A no bairro Bela Vista. A vítima, foi uma estudante, 19 anos.
A vítima deixou a bike no bicicletário por quatro horas entre os blocos G 1 e G 2 no campus no bairro Bela Vista. Ao retornar, a estudante constatou ação do furto no local.

Roubo de veículo

Uma caminhonete Chevrolet S 10 de cor preta, foi registrado às 18h55 de sexta-feira (20) na Avenida 8, Parque Industrial em Santa Gertrudes, região de Rio Claro.
A vítima, foi um morador, 44 anos, que chegava em frente a sua residência e foi abordada por dois ocupantes com uma motocicleta. Os mesmos estavam com capacete e um deles com uma arma de fogo, e anunciou o assalto.

Averiguação de lesão

A Polícia Civil de Rio Claro apura informação de averiguação de lesão corporal às 16h30 de sexta-feira(20) na Rua D no Jardim Margarida em Santa Gertrudes, região de Rio Claro. Autores seriam dois PMs, segundo a vítima.
Segundo a vítima, rapaz, 19 anos, morador na região central de Santa Gertrudes, transitava com sua namorada, a menor, 14 anos, moradora em Rio Claro, ele estava com saco de produtos de cabelo do salão.
O jovem na sua versão, foi abordado por dois policiais militares, que suspeitaram que os produtos de cabelo seriam roubados ou furtados. O rapaz disse ter sido agredido com “coronhadas” e dois socos.

Tragédia em Limeira

Nesta tarde de sexta-feira (20 de setembro), o professor José Carlos Soares, de 55 anos, foi encontrado morto em sua residência, no bairro Vila Cláudia, em Limeira, caso de morte a esclarecer pelos policiais. José lecionava na Escola Estadual Ely de Almeida Campos.
Segundo informações, o corpo do professor foi achado por familiares, aparentemente já sem vida, existe a hipótese de que José tenha morrido de causas naturais.
O SAMU foi chamado, chegando ao local constatou o óbito. A perícia foi ao local e encaminhou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML).

José Carlos Soares está foi velado na Capela Municipal de Limeira. O enterro neste sábado (21 de setembro), no Cemitério Saudade, aconteceu às 10h30 da manhã.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: