Músicos relembram morte de Renato Russo

153

Vivian Guilherme

O cantor e compositor Renato Russo morreu em 11 de outubro de 1996
O cantor e compositor Renato Russo morreu em 11 de outubro de 1996

Há dezoito anos, o Brasil ficava mais triste. O poeta da música, Renato Russo partia em 11 de outubro de 1996, deixando uma legião de fãs desamparada. No auge de sua carreira, Renato foi um dos grandes personagens do rock nacional. Suas músicas e, principalmente, suas letras marcaram a juventude de muitas pessoas e conquistaram feitos impensáveis para a época, como emplacar nas rádios uma música com mais de nove minutos e sem refrão.

O legado do músico é lembrado até hoje, com diversas bandas que realizam tributos ou fazem covers da banda. Ainda, tantos outros artistas regravaram as canções dando nova roupagem aos já clássicos da Legião. No cinema, a banda rendeu dois outros títulos cinematográficos: ‘Faroeste Caboclo’, baseado na canção de sucesso homônima; e ‘Somos tão jovens’, que conta um pouco da juventude de Renato. O que mostra que mesmo após a morte do ídolo, o ícone Renato continua mais vivo do que nunca.

Marcella Chiapina, guitarrista na banda rio-clarense Teorema Urbano – que realiza tributo à Legião Urbana – destaca a importância de Renato para a música nacional. “Renato Russo foi um ícone desde os tempos de criança, um dos maiores poetas da música brasileira. O Legião traduziu muitos sonhos e medos de muitas gerações. Com suas letras poéticas sobre a vida, amor, tristeza, política, sociedade, etc, continua sendo uma banda atual, mesmo tantos anos depois de ter nascido”, destacou a musicista.

E como nunca é tarde demais para lembrar, vale a pena cantarolar os versos tão atuais de ‘Que país é esse?’.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: