Juninho sanciona lei que cria cargos na Câmara Municipal

1825

Carine Corrêa

O polêmico projeto de lei complementar que foi aprovado por 11 votos favoráveis no último dia 20, que cria novos cargos no Legislativo, foi sancionado pelo prefeito Juninho da Padaria (DEM). Para passar a valer, o prefeito precisa sancionar e publicar no Diário Oficial do Município (DOM), ou seja, tem o poder para vetá-lo, segundo apurado pela reportagem do JC. No DOM mais recente, a Lei Complementar nº 96/2014, que prevê a Reforma Administrativa da Câmara, foi publicada.

Dela constam as alterações de nomenclaturas com suas atribuições e tarefas: Auxiliar da Presidência e Auxiliar da Mesa Diretora, Superior Parlamentar e Auxiliar Parlamentar. Ainda segundo apurações do JC, para os cargos nomeados pela Mesa Diretora, em acordo entre os Vereadores e a Mesa.: chefe de Gabinete da Presidência, Diretor-Geral, Diretor de Comunicação Social, Diretor do Departamento Jurídico, Ouvidor, Gerente do Departamento Legislativo, Chefe do Departamento de Pessoal, Chefe do Departamento Administrativo, Auxiliar da Presidência e Auxiliar da Mesa Diretora. O salário para chefe de Gabinete da Presidência é de R$ 6.154,69, assim como Diretoria-Geral, Diretoria de Comunicação Social, Diretoria do Departamento Jurídico e Ouvidoria.

Para a Gerência do Depto. Legislativo e Chefias do Depto. Pessoal e Administrativo, o salário previsto a cada um dos cargos é de R$ 5.824,47. Auxiliares da Presidência e Auxiliares da Mesa Diretora estão com salário previsto na Lei Complementar em R$ 3.204,28.

Relembre: os votos contrários à aprovação dos novos cargos na Câmara foram dos vereadores Carol Gomes (PSDB), Geraldo Voluntário (DEM), Val Demarchi (DEM), Rogério Guedes (PSB), Thiago Japonês (PSB), Rafael Andreeta (PTB) e Paulo Guedes (PSDB). O início da votação se deu no dia 5 deste mês. Naquele dia, os vereadores decidiram pelo pedido de vista do projeto, que foi aprovado em 1ª discussão no dia 19 e em 2ª discussão no dia 20.

Despesas

Com os benefícios previstos aos comissionados do Poder Legislativo e os encargos sobre a folha de pagamento, a criação de 21 novos cargos na Câmara Municipal de Rio Claro pode gerar uma despesa maior que R$ 12.935.430,17 em um período de quatro anos. Favoráveis ao projeto: Luciano, Maria do Carmo, Seron, Pereira, Hernani, Anderson, Julinho, Irander, La Torre, Ney Paiva e Yves.

5 COMENTÁRIOS

  1. Com as mesmas caraterísticas de um período feudal, vivemos nesse Brasil onde a classe dos nobres é feita de políticos. O povo vive em uma cegueira ao achar que a única coisa que mudará realmente o país, são os movimentos como impeachment ou revoluções extraordinárias.
    Não é a toa que o Juninho aprovou essa tal ”reforma” , esses políticos vivem em uma cúpula onde nada os atingem, criam cargos que custaram mais de 3 milhões e 200 mil do meu dinheiro, nosso dinheiro, ás escuras. Enquanto isso a nossa Santa Casa, creches e postos de saúde vivem em condições precárias ruas esburacadas , sem contar a burocracia para repasse de verba para a Orquestra Sinfônica e a Banda Sinfônica da cidade (ajuntando dois salários desses cargos criados já cobrem as despesas mensais de mais de 40 músicos da Banda Sinfônica). Mas mesmo que todos saibam disso, ainda assim R$ 12.935.430,17 em quatro anos não é digno de revolta , muito menos de protestos. O povo rioclarense precisa abrir o olho e se livrar desta cegueira, onde estão os líderes que organizam protestos? Onde esta o ”Gigante” que tinha cordado? Ou melhor, quando vamos começar a dar valor no nosso dinheiro suado do trabalho??

    • O JUNINHO FALOU QUE IA TIRAR OS COXINHAS,CARGOS COMISSIONADOS,O POVO DIZ QUE ELE É A CARA DO POVO,TO VENDO MESMO,DEU QUE ATÉ DOEU EM NOSSO ROSTO,TRIPLICOU OS CARGOS NA PREFEITURA.

  2. Dar para entender tudo isso? O padeiro entra e corta verbas para o carnaval para poder investir na saúde e depois da uma destas????????? A cidade deve ser dividida em regiões e cada uma destas regiões tem vereador ou dois ser a mesma tiver a população maior que outras. Assim talvez diminuiriam as despesas municipais. Sera que o preço do pão vai aumentar? kkkkkkkk Brasil….Brasil…. Brasil…. quem comeu , comeu, quem não comeu não come mais. Haja Paz entre todos

  3. Que decepção prezado prefeito. RC e o país num buraco cada vez pior e o senhor e sua turma vão dar mais essa despesa pra população pagar? Parabéns… Definitivamente joguei meu voto no lixo ao confiar em vc e sua patota…

Qual sua opinião? Deixe um comentário: