Juninho participa do projeto Samba e Suas Raízes com alunos da Escola Chanceler

271

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, participou na manhã desta sexta-feira (23) do lançamento do projeto “Samba e Suas Raízes” desenvolvido por professores, funcionários e alunos da Escola Estadual “Chanceler Raul Fernandes”. A atividade foi realizada no teatro do Centro Cultural “Roberto Palmari”. O projeto interdisciplinar prossegue até novembro tendo como tema central a cultura afro-brasileira, e conta com apoio da prefeitura.

“Fico feliz em participar desse projeto que discute com os jovens tema tão importante como o combate ao preconceito e o respeito à diversidade racial”, comenta o prefeito Juninho da Padaria. De acordo com ele, a mudança da sociedade passa pela mudança do indivíduo. ”Se quisermos mudar o futuro temos que transformar as pessoas”, acrescenta Juninho.

O projeto foi idealizado pelas professoras Telma Fernandes de Araújo (Educação Física) e Giselda Regina Degasperi (Arte), e envolve outras disciplinas como História, Sociologia, Geografia, Filosofia, Inglês e Língua Portuguesa, tendo seus professores como corresponsáveis.

“É um projeto interdisciplinar da escola e seria importante que mais cursos tivessem essa visão sobre a história afro-brasileira, que faz parte da nossa vida”, observa a professora Leticia Munhoz Fernandes. “Temos que cultuar o respeito, deixar a intolerância de lado e entender e aceitar nossa pluralidade social”, complementa a professora Telma.

Para a assessora municipal dos Direitos Raciais, Josiane Cristina Martins da Silva, o projeto vem ao encontro das ações desenvolvidas pelo município de promoção à igualdade racial. “O projeto é grandioso, muito esclarecedor, e espero que se prolifere para além dos muros da escola”, assinala Josiane, que explicou aos alunos o que faz e como funciona a Assessoria Municipal dos Direitos Raciais.

A atividade também contou com participação do vereador Geraldo Voluntário, que cumprimentou os professores pela iniciativa de realizar esse importante projeto. “É uma iniciativa de grande magnitude, que prega o respeito pelo diferente visando construir uma sociedade melhor”, disse.

O projeto “Samba e Suas Raízes” será encerrado no dia 20 de novembro, quando se comemora o Dia da Consciência Negra. Até lá os alunos vão participar de palestras, workshops, vivências de capoeiras, entre outras atividades.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: