Frentes ambientais se opõem à exposição de aves

364

Carine Corrêa

A exposição de aves prevista para acontecer no próximo domingo (12), no bairro Cervezão, gerou reação de frentes ambientais de Rio Claro: Comissão de Direito Animal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), presidida pelo advogado Edmundo Canavezzi, Comissão de Meio Ambiente e a União dos Protetores dos Animais de Rio Claro (UPARC).

O ofício direcionado ao prefeito João Teixeira Júnior detalha que “a 4ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado de São Paulo […] vem manifestar seu mais integral e irrestrito apoio ao Parecer Técnico exarado pelo Departamento de Proteção Animal da Sepladema – Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento do Meio Ambiente deste município, no sentido de não admitir a realização da Exposição de Aves Silvestres e Canoras proposta pela ARO – Associação Rioclarense de Ornitólogos, na medida em que referido documento técnico demonstra com propriedade que a pretendida exposição fere de morte os princípios basilares de expressão comportamental própria destes animais acorde reconhece o artigo 3º da Resolução 1.069 de 27/10/2017 do Conselho Federal de Medicina Veterinária”. Segundo o advogado Canavezzi, o documento também foi encaminhado para os parlamentares da Câmara Municipal de Rio Claro. “A feira fere preceitos do Conselho Federal de Medicina Veterinária. Houve uma pressão no sentido de mudar o parecer técnico emitido pela Sepladema. Encaminhamos o ofício para os vereadores, para que haja maior pressão na oposição à realização deste evento”, acrescentou. O veterinário Gustavo Henrique Bonafé D’Ávila, da ARO, informou que a associação está munida dos dispositivos legais para realização da exposição: “Já estamos com alvará em mãos e com autorização do IBAMA [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], ou seja, estamos alinhados com as devidas autorizações. A Polícia Ambiental também foi informada sobre a exposição”, disse.

Antigo prédio do Chanceler

Vale lembrar que recentemente o vereador Paulo Guedes sugeriu para que sejam realizadas exposições semanais de canários no ginásio de esportes da escola estadual Chanceler Raul Fernandes. Guedes comentou que as exposições de canários atraem criadores de todo o Brasil, alavancam o turismo e o comércio locais, como acontece em Itatiba, por exemplo, que no ano passado reuniu 20 mil pássaros.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: