Faltas em castrações de animais prejudicam atendimento em Araras

129
Ramon Rossi

Em Araras, nos últimos sete meses, das 1.066 castrações marcadas, 315 faltas foram registradas. Ou seja, 30% de ausências nas consultas. O levantamento é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura.

Segundo a pasta, qualquer ausência sem justificativa nas consultas agendadas traz prejuízos a quem agendou e, também, à comunidade como um todo. Por exemplo, em 2019, o Canil Municipal realizou mais de 1.400 castrações gratuitas em animais. Se não fossem os “faltosos”, mais consultas seriam realizadas.

“Há pessoas que agendam atendimentos para seus animais, porém não comparecem e acabam ocupando vagas de pacientes que necessitam do serviço. Mensalmente, o Canil tem uma média de 30% de faltantes e avaliações para castrações. Isso atrapalha um pouco o nosso trabalho e o encerramento de nossas atividades”, comentou Caio Kühl de Assis, veterinário do Canil Municipal.

De acordo com o setor administrativo do Canil, antes das avaliações, existe o contato com as pessoas agendadas. “Uma estagiária e uma assistente administrativa sempre realizam as ligações com dias de antecedência e, mesmo assim, tem pessoas que não vêm às consultas”, completou Assis.

No próprio local, foram feitas 753 cirurgias. O restante aconteceu em clínicas particulares conveniadas com a Prefeitura. Em comparação com 2018, o crescimento foi de mais de 300%, quando foram realizadas 349 cirurgias.

Como faço para castrar meu animal?

O agendamento das cirurgias deve ser realizado pessoalmente no Canil, que fica na Estrada Luiz Segundo D’Alessandri, s/n. O serviço é oferecido gratuitamente à população. O 156 (Ouvidoria) da Prefeitura atende as demandas para castração de animais comunitários e também solicitações feitas por pessoas que têm mais de 10 animais em casa. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3544-4413.

1 COMENTÁRIO

  1. E os animais são os maiores prejudicados por conta de donos irresponsáveis. Faz o infeliz que faltou sem justificativa comprovada pagar pelo serviço da próxima vez que reagendar. Brasileiro só entende quanto mexe no bolso.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: