Desaparecido há três anos, morador de rua reencontra família em Araras

1157
Ramon Rossi

Parece história de novela, mas não é. Um trabalho conjunto entre Guarda Municipal e o Centro Pop culminou no reencontro de um morador de rua, de 43, com seu pai e irmão. Alexandre José Alves, que é natural de Bauru e estava desaparecido há três anos, foi encontrado esta semana em Araras.

“Quando foi abordado pela GCM ele estava na Avenida Dona Renata, por volta das 7h30, com muito frio e fome, e foi trazido para o Centro Pop, onde oferecemos banho, roupas, comida e todo um trabalho de reconhecimento realizado por psicólogo e assistente social”, explicou o diretor do Centro, Lúcio Bitencourt de Andrade.

Após identificação do homem, a equipe do Centro Pop iniciou o trabalho de reconhecimento familiar e conseguiu contato com o pai de Alexandre, que não via o filho há três anos e já havia perdido as esperanças de encontrá-lo, chegando a pensar que ele estivesse morto.

“Esse reencontro foi uma das cenas mais emocionantes que já presenciei durante toda minha vida. O vínculo familiar é um dos instrumentos mais importantes para devolver a dignidade para essas pessoas. Nosso maior objetivo é esse”, ressaltou Lúcio.

É importante ressaltar que esse trabalho conjunto entre Guarda Municipal e Centro Pop é constante em Araras. “A Guarda Municipal realiza diariamente esse trabalho de encaminhamento ao Centro Pop. Quando o morador de rua se nega a receber ajuda, nossa equipe também vai ao local para convencê-lo a aceitar nosso acolhimento. É um trabalho constante de recuperação dessas pessoas”, finalizou o diretor.

Trabalho constante de abordagem

Voltado ao acolhimento de indivíduos e famílias em situação de rua, o Centro Pop realiza trabalho permanente de abordagem junto a essas pessoas para oferecer abrigo sempre que precisarem, além de encaminhamentos para consultas médicas e odontológicas, clínicas de reabilitação, capacitação e também auxílio para que retornem às famílias.

Além do amparo emergencial, previsto em situações como as baixas temperaturas, o Centro Pop também disponibiliza estrutura para que os moradores de rua fiquem alojados no local, por lei, por até seis meses. Há 19 vagas disponíveis para esse tipo de atendimento, atualmente.

No local, além de estrutura para dormirem, com colchões, agasalhos e cobertores, eles também têm café da manhã, podem tomar banho e fazer sua higiene pessoal, e usar o espaço ainda para lavar e secar suas roupas. Animais que acompanham essas pessoas também são acolhidos e podem permanecer no Centro Pop junto de seus donos.

Sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Ação e Inclusão Social, o local é abastecido também com doações de peças e cobertores arrecadados pelo Fuss (Fundo Social de Solidariedade) de Araras, além de parcerias com ONGs, igrejas e voluntários da cidade.

O local funciona na Rua Visconde do Rio Branco, 675, Centro, e atende solicitações feitas pela população também pelo telefone 3547-6672.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: