CRISE: servidores municipais realizam assembleia

81

Antonio Archangelo

Os servidores municipais realizam assembleia na noite desta terça-feira, 16, no Núcleo Administrativo Municipal (NAM). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal, Antonio Fernando David Reginato, convocou a categoria, na última sexta-feira (12), via edital.

Em nota enviada à imprensa, na última semana, a diretoria do Sindicato avisou que a reunião deliberará sobre a deflagração de greve, devido ao atraso no pagamento de rendimentos como a hora extra ao servidores locais. A assembleia tem início marcado para às 19h, no Refeitório do NAM .

Na oportunidade, presidente da entidade, Tu Reginato, explicou que a situação chegou ao limite. “Quando iniciamos as assembleias para deliberar sobre o não pagamento das horas extras, demos um prazo para a prefeitura. Agora, porém, a situação é insustentável”, declarou.

Tu Reginato destaca ainda que a deflagração da greve implica algumas responsabilidades ao sindicato, representante legal da categoria, como a formação de uma comissão e a notificação dentro do prazo especificado na Lei de Greve (Lei nº 7.783/89) de aviso à Administração Municipal num prazo de 72 horas para serviços essenciais à população e 48 horas aos demais serviços.

Recentemente, um grupo de servidores da Saúde, por iniciativa própria, se reuniu com o prefeito e o presidente da Fundação Municipal de Saúde, para cobrar o pagamento de até 120 dias de atraso no pagamento das horas extraordinárias, sem a presença do sindicato da categoria.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: