Cras recebem oficinas de cinema do grupo Kino-Olho

47

Divulgação

kino olho cras
Desde seu início o Grupo Kino-Olho ministrou oficinas em bairros periféricos, escolas públicas e organizações da sociedade civil

Usuários dos sete Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Rio Claro participam de oficinas de produção de filmes oferecidas pela Secretaria Municipal de Ação Social, em parceria com o Grupo Kino-Olho. O objetivo das oficinas de cinema é criar filmes que representem a cultura local, observando a realidade dos cidadãos e valorizando histórias pessoais.

Desde seu início o Grupo Kino-Olho ministrou oficinas em bairros periféricos, escolas públicas e organizações da sociedade civil. A intenção deste trabalho é criar, por meio da arte, uma ferramenta de reflexão para os participantes, propiciando uma forma e um momento de pensarem sobre si mesmos e sua relação com a sociedade.

Iniciadas nos primeiros meses deste ano nos Cras Região Jardim Brasília, Cras Região Terra Nova e Cras Bairro do Estádio, as oficinas foram retomadas no dia 6 de agosto no Cras Região Jardim Bonsucesso/Novo Wenzel. Em setembro será realizada no ProJovem e no Cras Região Jardim Independência e, em outubro, no Cras Região Jardim Bandeirantes. O Cras Região Mãe Preta, a ser inaugurado, também deverá ter uma oficina.

Fernanda Tosini, do Grupo Kino-Olho, ressalta que acredita muito na força da Arte. “Acredito que ela é capaz de transformar um indivíduo de maneira muito benéfica. Na experiência obtida nestes anos de trabalho tivemos resultados gratificantes. Por meio das oficinas o participante tem a oportunidade de se expressar, de observar o mundo, formar sua opinião e aprender a manifestá-la. A partir daí o cidadão começa a se respeitar, a construir sua identidade e se impor na sociedade contribuindo para uma formação sadia”.

A coordenadora da Proteção Social Básica, Elaine Siqueira, disse que o conhecimento adquirido pelos usuários durante a oficina é importante. ”Esta atividade resgata a história de vida de cada um e valoriza as expressões da arte. É interessante a troca de opiniões que realizam, pois fortalece a interatividade entre eles”, ressaltou.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: