Consórcio PCJ defende construção de Piscinões

160

Câmara Municipal

O prefeito eleito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza foi confirmado como presidente da Diretoria Executiva do Consórcio PCJ – Bacia dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí à Gestão 2017-19 em eleição realizada na manhã da última sexta-feira, 17.
A comitiva de Rio Claro foi formada pelo vice-presidente da Câmara Municipal e presidente do Conselho Fiscal do Consórcio PCJ, Julinho Lopes e o superintendente do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) Francesco Rotolo.

Secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, na oportunidade, apresentou o projeto que estabelece a construção de Piscinões Ecológicos. Ao justificar a proposta, Lahóz comentou que as cidades que integram a Bacia PCJ vivem o que denomina de dicotomia todos os anos com impactos severos à comunidade. “Na época de chuvas, inundações e alagamentos estressam os sistemas de drenagem urbana, causando prejuízos à população, enquanto, durante a estiagem a região passa por momentos com grave escassez de água”, argumentou.

Para Julinho Lopes, a proposta é válida principalmente no que diz respeito a retenção de água para garantir abastecimento dos municípios nas épocas secas. “Recentemente passamos pela crise hídrica que muito nos ensinou. É preciso adotar medidas que possam evitar alagamentos em períodos de chuvas intensas e o fornecimento de água na estiagem dando assim a segurança hídrica que os municípios buscam”, comentou o parlamentar ao confirmar Rio Claro como sede de uma das reuniões para debater a implantação deste projeto.

Pelo projeto do PCJ, os Piscinões Ecológicos devem ser construídos em áreas livres que permitam a percolação da água no solo, terão como principal finalidade promover a redução das ondas de pico da drenagem urbana, durante as fortes precipitações no período chuvoso, garantindo a retenção das águas e minimizando os efeitos das enchentes, ao mesmo tempo em que promoverá a recarga do lençol freático, atuando como uma grande bacia de retenção.

No documento entregue aos municípios na última sexta-feira, 17, o Consórcio PCJ recomenda para a implantação dos Piscinões Ecológicos onde destaca os seguintes pontos: estudos de drenagem da área que receberá a obra, estudo hidrológico e verificação de vazões escoadas superficialmente, levantamento dos pontos com possíveis áreas de inundação e estudo de redistribuição das águas pluviais, em micro bacias urbanas, através de desviadores de vazões denominados “Sarjetões”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: