No ano de 2016, o mês que mais registrou casos de homicídio em Rio Claro foi janeiro, com cinco casos e cinco vítimas mortas, segundo Secretaria da Segurança Pública

Lucas Calore

Rio Claro seguiu na contramão das estatísticas criminais do Estado de São Paulo no ano de 2016.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgou nessa terça-feira (24) os dados atualizados de segurança referentes ao mês de dezembro, que completa todo o ano passado.

Homicídio

No estado paulista o número de casos de homicídio caíram, sendo 3.521 em 2016 contra 3.758 em 2015, representando uma queda de 6,3%. Já em Rio Claro esse tipo de crime aumentou 81,25%, sendo 16 ocorrências em 2015 e 29 em 2016.

Em relação ao número de vítimas dos casos de homicídio, no estado caiu de 3.963 em 2015 para 3.674 no ano passado, ou seja, uma queda de 7,3%. Entretanto, no dado policial que compreende Rio Claro também aumentou. Foram 16 vítimas em 2015 para 30 mortos em 2016.

Latrocínio

Casos de latrocínio e vítimas desse crime também aumentaram em Rio Claro, de 1 (uma) ocorrência em 2015 para 3 casos/vítimas no ano de 2016. No estado caíram 1,4%, de 361 (2016) contra 356 em 2015.

Mortes

Em reportagem anterior ao JC, a Delegacia Seccional de Rio Claro explicou que o número real de mortes no município de Rio Claro é de 25, em 24 ocorrências. Os demais casos são de cidades que integram a Seccional de Rio Claro. Ainda assim, representa aumento de 56,25%.

Estupro cai

O crime de estupro representou aumento de 6,8% no Estado de São Paulo. Enquanto em 2015 houve 9.256 casos, no ano passado 9.888 ocorrências foram registradas. Em Rio Claro foi ao contrário, sendo 49 casos em 2015 e 43 em 2016.
Estupro cai

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.