Rio Claro pode ter em breve um Plano de Racionamento para enfrentar o período de estiagem. Em entrevista à Rádio Jovem Pan News nessa quinta-feira (21), o diretor do Departamento Técnico do Daae, Denilson Massaferro Junior, explicou que todas as cidades a partir de médio porte precisam contar com um planejamento para evitar que os consumidores fiquem sem água.

O plano já foi encaminhado à agência reguladora do setor, a Ares-PCJ, e a equipe do Daae agora aguarda a aprovação para iniciar a divulgação para a comunidade.

“Inicialmente a ideia é contar com a colaboração dos consumidores, para que evitem o desperdício”, explicou o superintendente do departamento, Sérgio Ferreira. Questionado, Ferreira não descartou, para o futuro, o uso do recurso de fiscalização e até aplicação de multa caso a falta d’água para abastecer o município se agrave devido à falta de chuvas.

Neste momento, de acordo com Massaferro, tanto o Rio Corumbataí (que abastece 60% do município), quanto o Ribeirão Claro (responsável por 40% do abastecimento) estão com cerca de 70% do volume de água esperado para este período do ano, quando a região normalmente já enfrenta o problema da falta de chuvas. Entre os casos de desperdício de água, o uso de mangueira para lavar calçadas, quintais e veículos é considerado um dos grandes “vilões”.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Petrobras reduz preço da gasolina em 4,8%

Fuvest 2023 abre inscrições nesta segunda (15)