Vivian Guilherme

 

Vereadores de Cordeirópolis aprovaram o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) no início do mês de agosto
Vereadores de Cordeirópolis aprovaram o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) no início do mês de agosto

No início do mês passado, a Câmara de Cordeirópolis aprovou o Projeto de Lei nº 36, que dispõe sobre a implantação do PDV (Programa de Desligamento Voluntário) dos empregados públicos da prefeitura, Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e o Hospital Maternidade de Cordeirópolis.

Agora, é a vez de Santa Gertrudes. No último dia 9, a Câmara da cidade também aprovou o PDV. Segundo o prefeito Rogério Pascon, é uma medida para reduzir o número de funcionários públicos. “A prefeitura conta com 1200 funcionários, para 22 mil habitantes. Rio Claro, por exemplo, tem 200 mil e 5 mil funcionários. Há essa necessidade de enxugar um pouco mais esses custos”, reafirmou o prefeito.

Pascon destaca que essa é uma das medidas adotadas pela prefeitura com a intenção de manter a administração em dia. Ele ressalta que o planejamento faz com que Santa Gertrudes esteja em dia com todos os fornecedores e folha de pagamento. “Em cargos comissionados teríamos o dobro, mas reduzimos para metade e estamos aproveitando secretários que já são de careira”, conclui.

Cidades da região enfrentam momentos difíceis em seus orçamentos, anunciando cortes em setores essenciais.