Cabo rompe, interdita Anhanguera e deixa Araras e outras cidades às escuras

304

O rompimento de um cabo de energia deixou mais de 100 mil pessoas de Araras, Leme e Santa Cruz da Conceição às escuras por aproximadamente cinco horas. Isso foi o que apontou balanço da concessionária Elektro. O incidente levou à interdição de trechos da Rodovia Anhanguera (SP-330) na altura do km 176. A ocorrência aconteceu em frente à fazenda Colorado por volta das 22h30, na última quarta-feira (29).

O cabo de alta tensão chegou a cair sobre um carro que trafegava na rodovia. De acordo com informações obtidas pelo Jornal Cidade, o motorista não sofreu ferimentos.

Em nota divulgada à imprensa, a CTEEP (Companhia Transmissora de Energia Elétrica de São Paulo) confirmou a queda de um cabo de uma empresa de transmissão e disse que as causas do ocorrido estão sendo analisadas pelas equipes das companhias.

O tráfego na rodovia foi interrompido para as providências e não houve feridos. A Polícia Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Elektro e Intervias estiveram no local, assim como equipes de manutenção da CTEEP, para atuarem no  restabelecimento do serviço, que teve início por volta das 4h desta quinta-feira (30). A suspeita é que tenha ocorrido uma explosão após uma tentativa de furto.

Por conta do transtorno, alguns bairros de Araras estão sem água. O Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras) explicou que, por conta da falta de energia, as bombas que levam água para a ETA (Estação de Tratamento de Água) e aos reservatórios pararam de funcionar. A autarquia disse que está com equipes monitorando todos os reservatórios. A previsão é de que a normalização total do abastecimento de água ocorra durante a madrugada. Diante disso, o Saema solicita a economia de água para agilizar o retorno da mesma nos bairros mais distantes.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: