Os quatorze ciclistas farão o Desafio Aparecida do Norte saindo de Rio Claro até o Santuário em aproximadamente 14 horas

O rio-clarense Juliano Rubio, de 45 anos, é um dos 14 ciclistas que irão participar a partir de amanhã (16) do Desafio Aparecida do Norte. Os ciclistas irão percorrer 339 quilômetros com um tempo estimado de 14 horas até o Santuário de Aparecida. Juliano terá a companhia de Gabriela Figueiredo, Richard Gallo, Marcelo Picelli, Bruno Silva, Ricardo Leite, Elaine Leite, Vania Gatto, César, Alaor, Marcelo Costa, Marcos Grosso, Wagner, José Luiz (Tio). O rio-clarense explica de onde surgiu a ideia do desafio e como foi a preparação para suportar os mais de 300 quilômetros.

“A ideia dessa viagem/desafio surgiu em razão dos atletas do grupo que irão participar não conseguirem conciliar suas agendas profissionais e familiares para que fosse feito o percurso da forma tradicional, que seria pelo caminho da fé na estrada rural de MTB (Mountain Bike), que duraria de 3 a 5 dias. Por isso, foi decidido de estarmos indo de SPEED pela rodovia em um domingo, cuja previsão da duração da viagem é de 13 a 14 horas. A preparação está sendo feita há cerca de 90 dias, e semanalmente procuramos andar a quilometragem do percurso (aproximadamente 350 km) para que possamos suportar o tempo da viagem em cima da bike. Essa preparação foi dividida em treinamentos durante a semana de 4 a 5 dias, sendo que em 3 dias fizemos o volume médio de 40 km/dia e, aos finais de semana, uma média de 115 km/dia (sábado e domingo)”.

Juliano destaca as dificuldades que terão pela frente, como o tempo do percurso e também o clima durante o trajeto.

“Sem dúvida nenhuma a principal dificuldade será o tempo em que iremos ficar em cima da bike, que estamos calculando ser de 13 a 14 horas no dia da viagem. Outra dificuldade será com relação ao clima, pois, como iremos sair às 3 horas da manhã, a temperatura prevista é de 12°C e, no decorrer do percurso, a previsão é de que a temperatura chegue a 28°C, fato que pode provocar a desidratação do atleta. Também teremos a dificuldade do psicológico, pois os atletas terão que ter um equilíbrio mental muito forte para que seus pensamentos não sejam um fator de desistência durante o longo trajeto”.

O ciclista fala sobre o sentimento de realizar o desafio e de superar as dificuldades para chegar ao Santuário de Aparecida.

“Como todo os desafios que aparecem tanto em nossa vida pessoal ou profissional, a sensação de poder realizar e completar essa viagem é de superar todas as dificuldades e obstáculos que irão surgir, através de nossa fé, força, foco, disciplina, dedicação e companheirismo”, finalizou Juliano Rubio.

Galeria de Fotos