RC Basquete usa semana em treinos e espera para usar ‘nova’ quadra

121

Matheus Pezzotti

O novo piso do ginásio Felipão já foi instalado e agora está na fase de pintura e acabamento, com previsão de uso na quarta
O novo piso do ginásio Felipão já foi instalado e agora está na fase de pintura e acabamento, com previsão de uso na quarta

O próximo jogo do Rio Claro Basquete será apenas na sexta-feira (13), às 20 horas, contra Franca, fora de casa, pela 23ª rodada do NBB.

Até lá, o time aproveita para treinar, mas por enquanto, no miniginásio, já que o Felipão passa por nova troca de piso. Este, padrão do NBB, deve ser finalizado até quarta-feira (11). O outro piso flutuante foi colocado através da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e deve ser utilizado para o trabalho feito com as categorias de base, no Clube de Campo.

“Treinar no miniginásio é um pouco complicado pelo piso duro. Esperamos que o Felipão fique pronto logo, até quarta-feira. Enquanto isso, treinamos no miniginásio sem problemas, mas um pouco mais leve em função do pouco amortecimento dessa quadra. O outro piso veio pela CBB. A Secretaria Municipal de Esportes, juntamente com o Clube de Campo, está fazendo uma parceria com as categorias de base para treinarem lá”, afirma o técnico Marcelo Tamião.

Além dos treinos, Tamião e sua comissão buscam recuperar alguns atletas como Duda Machado, com fortes dores no pulso esquerdo, Mosso, com canelite, e Brown, com alergia, não só para o jogo contra Franca, mas também contra Bauru, marcado para domingo de Carnaval (15), atrasado da 22ª rodada, por conta da participação do adversário na Liga das Américas.

“Primeiramente, vamos reabilitar aqueles que estão machucados, caso de Duda, Mosso e Brown, e fazer trabalho visando o jogo contra Franca, que será importante para ambos, já que Franca também vem de derrotas consecutivas e o campeonato está afunilando. A equipe tem jogado muito bem, evoluindo na parte tática e defesa. E também estudar a equipe de Franca e que a gente consiga vencer um jogo fora que seria importantíssimo para a gente. Bauru vem de 22 partidas invicto. É o melhor elenco do país, mas vamos pensar uma coisa de casa vez. Primeiro reabilitar os jogadores, depois estudar Franca e já pesquisando Bauru para ver o que conseguimos fazer no domingo de Carnaval em Bauru. Temos que dar um descanso no mínimo de 24 horas para os atletas para jogarmos esse jogo. O Duda sofreu um empurrão no final do jogo contra Mogi, chutou dois lances livres em seguida, mas depois sentiu a mão e saiu chorando. Tínhamos a preocupação de fratura, mas no raio-x não constatou e fizemos tomografia e estamos aguardando o resultado. Não sabemos se conseguiremos sua recuperação nesses dois jogos, mas para a sequência do campeonato seria importante que ele estivesse com a gente”, finaliza.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: