O projeto do vereador Serginho Carnevale (DEM), que altera o nome da Avenida Presidente Kennedy para Avenida João Augusto do Amaral Gurgel, entra em votação em primeira discussão na sessão ordinária da Câmara Municipal de Rio Claro na segunda-feira (26). Inicialmente, a proposta seria analisada pelos parlamentares na sessão do último dia 12, mas, a pedido do próprio autor, recebeu pedido de vistas por sete dias para passar por readequações.

Quando a proposta foi anunciada, a diretoria do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) divulgou nota oficial se posicionando de forma contrária à mudança. O argumento é de que haveria prejuízos às empresas instaladas ao longo da Marginal da Via Kennedy. Após encontro com o vereador e também com representantes da Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (Acirc) para esclarecer as dúvidas e questionamentos, as duas entidades divulgaram um novo comunicado, informando o apoio à mudança.

Para Carnevale, a alteração no nome da via é uma justa e necessária homenagem ao empresário Gurgel, pioneiro na fabricação de veículos nacionais e também em modelo de carro elétrico, que escolheu Rio Claro para construir sua fábrica às margens da Rodovia Washington Luís. As atividades foram encerradas na década de 90.

De acordo com o vereador, o projeto que será analisado nesta segunda-feira estabelece a denominação de Avenida Gurgel para as duas pistas centrais, no trecho que vai da Rua 9 até a rotatória na altura da empresa Três Fazendas. Também revoga denominação anterior da via marginal à direita, onde estão localizadas as empresas, que já adotam a denominação de via Kennedy e assim será mantida, de acordo com o vereador. Em 1996, uma lei aprovada no Legislativo denominou de Mauro Martins Coelho essa marginal, porém o nome acabou não sendo adotado.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Ventos contrários

Boletim aponta oito novos casos de Covid em Rio Claro