Nicolau Haik em cenas do documentário ‘Sistema de Alto-falantes Primavera’, que tem roteiro de Fabiana Büll Haik e direção de Alci Costa Leite

Adriel Arvolea

Morreu nessa quarta-feira (22), aos 95 anos, em Rio Claro, Nicolau Haik. De tradicional família de comerciantes, dirigiu o Sistema de Alto-falantes Primavera. Inaugurado em 29 de agosto de 1937, o serviço fez história por três décadas junto aos meios de comunicação à época.

Criado, inicialmente, por seu irmão mais velho, Aziz Haik, entusiasta para os negócios, a ideia era usar o sistema para fazer promover a própria loja, a Casa Primavera. No entanto, Nicolau assumiu a direção dos alto-falantes em 1941, após Aziz ser informado, pelo departamento de Radiodifusão, que sendo proprietário de comércio não poderia fazer propaganda do próprio estabelecimento comercial.

Publicidade

Em depoimento ao documentário ‘Sistema de Alto-falantes Primavera’, dirigido por Alci Costa Leite, de 2010, Nicolau relatou os tempos áureos do serviço: “Por eu demonstrar interesse, meu irmão transferiu essa responsabilidade e, imediatamente, fiz as ampliações devidas. Estendi a rede de fios de cobre que abrangeu 16 quilômetros. De início, foram instalados equipamentos na Rua 6 com Avenida 2, Jardim Público, Praça da Liberdade e Boa Morte”, disse em vídeo.

O Primavera foi um dos principais meios de informação e entretenimento de Rio Claro e região naquele tempo, com concursos de música, programas de rádio com duplas caipiras, anúncio dos aniversariantes do dia e até partidas de futebol ao vivo foram transmitidas. O acervo de música tinha cerca de três mil discos. Também, retransmitiu a rádio BBC de Londres. Nicolau teve, ainda, cinema em Rio Claro, Santa Gertrudes, Assistência e Ajapi.

Com a falta de anunciantes, o sistema encerrou as atividades após 30 anos. Nicolau, em satisfação ao público, transmitiu a seguinte mensagem: “Prezados ouvintes, são 22h, e neste momento o serviço de alto-falantes Primavera, após completar seus 30 anos de existência, sempre trabalhando por Rio Claro, em atenção ao público rio-clarense e agradecendo a atenção dessa população, deseja muitas felicidades a todos”.

Familiares

O extinto deixou viúva a Srª Antonia Sarah Bedran Haik e os filhos: Ricardo Haik (falecido), que foi casado com Márcia Büll Haik; Nicolau Haik Fº, casado com Raquel Nevoeiro Haik; Saranita Haik G. de Camargo, casada com João Otávio G. de Camargo; além de netos e bisnetos. Foi sepultado no Cemitério São João Batista nessa quarta.

Mais em Dia a Dia: