Charles Leclerc, da Ferrari, em ação neste sábado na pista de Baku, no Azerbaijão – Imagem: Ferrari

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Charles Leclerc, da Ferrari, é o pole position do Grande Prêmio do Azerbaijão. Com 1min41s359, ele fez o melhor tempo deste sábado (111) no Circuito Urbano de Baku e garantiu o primeiro lugar na largada da oitava corrida da temporada 2022 do Mundial de Fórmula 1. Sergio Perez e Max Verstappen completaram as três primeiras posições.

Com o resultado, Charles Leclerc conquistou sua sexta pole na temporada e a 15ª da carreira. “Todas as poles são boas, mas essa eu não esperava, porque a Red Bull estava melhor nas duas primeiras etapas. Então fiquei muito feliz por ter conseguido”, disse Leclerc.

As Ferraris de Charles Leclerc e Carlos Sainz e os carros da Red Bull de Max Verstappen e Sergio Perez se revezaram na ponta, levaram emoção ao treino e protagonizaram uma briga acirrada pelo melhor tempo da classificação.

Agora, os pilotos retornam à pista de Baku amanhã para a largada da corrida, que será às 11h (de Brasília).

O atual campeão Max Verstappen (Red Bull) lidera o Mundial de Pilotos com 125 pontos, seguido por Charles Leclerc (Ferrari), com 116. O terceiro do campeonato, Sergio Perez, tem 110 pontos e vem de vitória em Mônaco há duas semanas. Entre os construtores, a Red Bull abriu 36 pontos de frente para a Ferrari (235 a 199).

Classificação
No início da primeira etapa da classificação, Max Verstappen pulou para a liderança com 1m42s938. Sergio Perez, Charles Leclerc e Carlos Sainz vieram em seguida. A oito minutos do fim, o monegasco da Ferrari deu o troco no adversário e assumiu a ponta com 1m42s865.

Nos instantes finais, Perez superou Leclerc e, logo depois, Verstappen ultrapassou ambos, cravando uma volta de 1min42s772.

Em sua primeira volta rápida, Lewis Hamilton fez o 14º tempo e acabou superado por pilotos como Daniel Ricciardo, Tsunoda, Sebastian Vettel e Lando Norris. Depois, o britânico melhorou e alcançou a 11ª posição.

A pouco menos de três minutos do fim, Lance Stroll errou na entrada da curva sete e perdeu parte do carro pela pista. A bandeira vermelha foi acionada para a retirada dessa peça.

Foram eliminados no Q1: Magnussen, Albon, Latifi, Stroll e Schumacher.

A 10 minutos do fim da segunda etapa, Carlos Sainz fez o melhor tempo com 1min42s088 e seu companheiro de Ferrari, Charles Leclerc veio logo atrás a 0s094. Verstappen e Perez seguiram na cola, com os terceiro e quarto melhores tempos, respectivamente.

Sergio Perez não deixou barato e ultrapassou as Ferraris com 1min41s955 a cinco minutos do fim do Q2.
Lewis Hamilton quase foi eliminado, mas conseguiu fazer o sexto melhor tempo em sua segunda tentativa na pista, auxiliado pelo vácuo de Russel, o companheiro de Mercedes.

Foram eliminados no Q2: Norris, Ricciardo, Ocon, Zhou e Bottas.

No Q3, o primeiro a fazer o melhor tempo na etapa final da classificação foi Carlos Sainz: 1min41s814. Charles Leclerc, Sérgio Perez e Verstappen ficaram atrás.

A dois minutos do fim, os pilotos retornaram à pista para a última tentativa. Charles Leclerc foi para cima e conseguiu superar o tempo dos adversários ao marcar 1min41s359.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Esportes: