Foto: Jornal Cidade

A Justiça negou nesta terça-feira (6) um pedido liminar protocolado pela Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (Acirc) para reabertura do comércio no município nos mesmos moldes da Fase Laranja do Plano SP de enfrentamento à pandemia da Covid-19. A decisão era aguardada para ontem (5), mas só foi publicada hoje.

Segundo a Justiça, a imposição de regras pelo poder público, com restrições daí advindas, tem como objetivo a preservação de vidas, ainda que muitos setores da indústria e do comércio sejam diretamente afetados. Por conseguinte, indefere-se a tutela provisória de urgência colimada. Reportagem completa você confere na edição impressa do JC nesta quarta-feira (7).

É mais uma tentativa fracassada de se conseguir autorização judicial para reabertura do comércio na cidade. Na semana passada, o vereador Rafael Andreeta (PTB) também entrou com pedido na Justiça, que foi arquivado. Paralelo a isso, a Associação de Bares e Restaurantes de Rio Claro (Ariobar) comunicou que os comerciantes do setor retomarão atendimento presencial na quinta-feira (8), mesmo que a validade da Fase Emergencial, que proíbe essa prática, ocorra o dia 11 de abril. Leia mais aqui.