Pleito é para que prédio seja transferido para a propriedade do município. Um dos projetos existentes é para que local abrigue unidade ampliada do Senac

O Governo do Estado ainda está analisando o pleito do município para que o prédio histórico que abrigou a escola Irineu Penteado seja transferido para a propriedade da Prefeitura de Rio Claro. Nesta semana, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, informou que uma audiência deverá ser agendada em breve para posicionamento quanto à questão.

A informação é do vereador Julio Lopes (PP), que entregou ao titular da pasta um ofício solicitando a doação do prédio, reiterando um pedido que o próprio prefeito Gustavo Perissinotto (PSD) fez no mês passado ao então governador em exercício Carlão Pignatari, presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, em visita ao município no anúncio das obras da Fatec Rio Claro.

“O prédio possui ampla área e dependências propícias para instalação de novos projetos ou estabelecimentos educacionais”, disse o vereador, que esteve com Rossieli no Encontro Nacional de Parceiros Públicos e Privados, realizado em Olímpia (SP). Um desses projetos trata-se de uma nova unidade do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) no antigo prédio da escola Irineu. Desde 2019, ainda no governo municipal anterior, que se fala da ideia.

Na época, o secretário estadual do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, também recebeu ofício que destaca o projeto, que tinha como intenção investimentos de R$ 10 milhões em obras de melhorias e revitalização. Atualmente o prédio da escola encontra-se desocupado e há décadas deixou de ofertar aulas. Por um tempo chegou a sediar um escritório da Diretoria Regional de Ensino.

Vale lembrar que a Prefeitura está com outro pleito em andamento junto ao Governo de São Paulo e que trata da posse de imóvel. Conforme o JC noticiou na última semana, espera-se concluir nos próximos dias a transferência da escritura do terreno doado pela municipalidade ao Estado para a construção da nova sede do batalhão da Polícia Militar.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.