Laudos exigidos pela Federação Paulista de Futebol foram renovados

A Federação Paulista de Futebol liberou ontem (16) o Estádio Augusto Schmidt Filho para jogos esportivos profissionais e amadores. A liberação dependia do alvará de segurança que foi emitido pela Polícia Militar e enviado à entidade maior do futebol de São Paulo. Sendo assim, o Rio Claro Futebol Clube poderá mandar os jogos do Campeonato Paulista da Série A-2 normalmente a partir do dia 28 na estreia diante do São Bernardo FC.

A liberação do estádio tem validade até janeiro de 2022, quando vencem os laudos exigidos pela FPF.

No Paulista da Série A-2 apenas o Estádio Joaquim de Moraes Filho em Taubaté segue interditado.

Dos times que disputarão o Paulistão, elite do futebol de São Paulo, três campos estão vetados. São eles: Major Levy Sobrinho, em Limeira, Bruno José Daniel, em Santo André, e Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul.

No Campeonato Paulista da Série A-3 a situação é mais complicada. Oito dos 16 times têm problemas com seus estádios. Fortaleza, em Barretos, Osvaldo Scatena, em Batatais, Alfredo de Castilho, em Bauru, Pedro Marin Berbel, em Birigui, Tenente Carriço, em Penápolis, Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília, Francisco de Palma Travassos, em Ribeirão Preto, e Nicolau Alayon em São Paulo.

Vale destacar que os times têm 10 dias antes do início da competição para definir o mando dos jogos. Caso isso não aconteça, a equipe terá que solicitar junto à Federação Paulista de Futebol a alteração do local da partida. Se o clube perder o prazo, será decretado WO com derrota computada em 3 a 0.

Mais em Esportes:

Rio Claro empata com o Juventus