Coloração da água no fim de semana foi alvo de reclamações em Rio Claro

251

Durante o último fim de semana, as redes sociais do Jornal Cidade receberam inúmeras mensagens de consumidores do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro e, apesar de serem moradores de bairros diferentes, o questionamento era o mesmo: o motivo da coloração esbranquiçada da água que saía das torneiras.

“Fui preparar o almoço e, ao colocar água em uma panela de cor preta, até me assustei. Parecia que estava saindo leite da torneira de tão branca que estava a água. Joguei fora e deixei a torneira aberta, acreditando que poderia ser porque tinha acabado de abrir, porém passaram uns cinco minutos e nada. Fiz o teste em outros locais da casa e a mesma coisa. Perguntei para a vizinha achando que poderia ser um problema apenas em casa e a água na casa dela estava na mesma situação”, conta Milena Almeida que, ao ser procurada na manhã de ontem, segunda-feira (23), afirmou que a situação permanecia.

Já na Vila Cristina, a dona de casa Juliana Barbosa ficou na dúvida sobre a contaminação ou não da água: “Eu notei na hora em que fui lavar louça. A cor era muito branca, parecia que tinha pó dentro. Cheguei a cheirar, mas não senti odor, porém fiquei preocupada”, disse a moradora. Os relatos recebidos pelo JC também vieram do bairro São Miguel, Floridiana e Vila Operária.

O que diz o Daae

Em nota, a autarquia esclareceu que o aspecto esbranquiçado é temporário e a água é própria para o consumo. O texto diz que quem preferir pode deixar a água em repouso por alguns segundos em um recipiente e ela ficará incolor. Essa coloração é causada por microbolhas dissolvidas na água, que fica cheia de ar após reparos na rede, como foi o caso desse fim de semana. Uma adutora se rompeu no domingo na Avenida Brasil com Avenida M-35, no Jardim Floridiana, ocasionando interrupção temporária em bairros daquela região e exigindo ação emergencial do Daae.

Atendimento

Casos pontuais de água com coloração escura ou outras situações podem ser relatados no 0800-505-5200.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: