Velo perde por falta de policiamento no Benitão

69

Matheus Pezzotti

No dia 4 de julho, o Velo Clube disputou a 13ª rodada do Paulista, nas categorias Sub-15 e Sub-17, contra a Ferroviária, no Benitão. Pelo Sub-15, o Rubro-Verde perdeu por 3 a 1. Na súmula deste jogo consta apenas atraso de 15 minutos por falta de policiamento.

No jogo do Sub-17, o primeiro tempo terminou 1 a 0 favorável à Ferroviária e novamente a Guarda Municipal se ausentou do estádio. No retorno das equipes, o árbitro Cesar Luiz de Oliveira aguardou os 30 minutos previstos para este tipo de situação, mas sem policiamento deu a partida por encerrada.

“Ao retornarmos para o segundo tempo, notamos que o policiamento havia se ausentado do campo de jogo e do estádio. Aguardamos por 31 minutos o retorno do policiamento, o que não ocorreu e demos a partida por encerrada”, diz trecho da súmula do árbitro.

O comandante da Guarda Municipal de Rio Claro, Wladimir Walter, explicou o ocorrido, salientando a necessidade da realização de patrulhamento em outra ocorrência.

Com 22 pontos, o Velo Clube ficou em segundo no Grupo 3 e se classificou (foto ilustrativa)
Com 22 pontos, o Velo Clube ficou em segundo no Grupo 3 e se classificou (foto ilustrativa)

“No primeiro jogo, eles [guardas civis] ficaram no estádio e, no outro, a viatura precisou atender outra ocorrência retornando somente após a partida. A Guarda Municipal ficou no estádio das 9h15 até as 11h30, precisando dar apoio ao Samu e logo em seguida atender uma ocorrência no Lago Azul, retornando ao Benitão às 12h30”, explica.

Na última segunda-feira (13), o Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol analisou o caso e condenou o Velo Clube à perda de pontos em favor do adversário (3 a 0 para a Ferroviária), além de multa de R$ 300,00.

“É protocolado o pedido na Guarda Municipal com antecedência e eles escalam os guardas civis para estarem no campo para fazer o policiamento. Nos disseram que tiveram que atender outra ocorrência naquele momento e que não poderiam ficar no estádio”, afirma o presidente do Velo Clube, Adalberto Irineu Borges.

Com a derrota no tribunal, o Rubro-Verde encerrou a primeira fase na segunda posição, com 22 pontos, mesma pontuação do Botafogo. Ambos também têm sete vitórias, um empate e quatro derrotas, mas o time de Ribeirão Preto leva vantagem no saldo de gols (9 contra 8). Com isso, o Velo, que liderou boa parte desta fase, ficou no Grupo 13, com São Paulo, Penapolense e XV de Piracicaba, e não mais no Grupo 11, com São Caetano, União Suzano e Atibaia.

“O prejuízo não foi maior porque já estávamos classificados para a próxima fase e a multa não foi tão alta. Foi uma fatalidade, não foi má vontade nem despreparo da Guarda Municipal. Não nos sentimos prejudicados por isso. Acontece”, acrescenta o mandatário velista.

O time Sub-17 do Velo Clube volta a jogar no dia 1º de agosto, às 10h45, contra o Penapolense, fora de casa, pela primeira rodada da segunda fase do Paulista da categoria.

2 COMENTÁRIOS

Qual sua opinião? Deixe um comentário: