Em apenas quatro horas, uma loja de equipamentos médicos e hospitalares vendeu mais de duas mil máscaras cirúrgicas descartáveis nessa quarta-feira (26) em Rio Claro. De acordo com o estabelecimento, uma única cliente comprou 1.750 unidades para garantir a proteção da família diante de possível surto da doença no Brasil.

A mais indicada para uso em caso de doenças desse tipo é a modelo N95, de proteção respiratória para riscos biológicos, mas está esgotada há 20 dias, sem previsão de reposição dos estoques por todo o país. Já a máscara mais simples, a cirúrgica, está tendo alta procura no comércio.

“Na falta da N95, as pessoas estão comprando a cirúrgica descartável, que tem três camadas de proteção e, também, oferece segurança. Ela custa R$ 0,30 a unidade e a caixa, com 50, sai por R$ 9,50. A de cor branca está esgotada, mas temos, ainda, disponíveis em rosa, verde, preta e laranja”, comenta a proprietária da Rio Center, Liliane Magri.

A comerciante afirma que fez recente pedido de 15 mil máscaras ao fabricante, porém recebeu apenas cinco mil. A estratégia, conforme explica, é que o fornecimento atenda a um maior número de comércios, mesmo com menos unidades fornecidas.

Com relação ao tempo de uso da máscara descartável, recomenda-se trocá-la ao ficar úmida. “Tem profissional que recomenda trocá-la a cada 4h, 6h ou usar uma por dia. No entanto, ao ficar úmida ou tossir e espirrar, deve ser feita a troca imediata”, orienta.

Apesar da importância da máscara, o álcool em gel é outro item fundamental na prevenção de doenças. “As pessoas estão mais preocupadas com a máscara, mas o álcool 70% é tão importante quanto a máscara para a proteção contra germes, vírus e bactérias”, reforça Liliane.

Com valor do frasco a partir de R$ 2,90, o álcool em gel é um produto acessível a todos. Apesar de receitas disponíveis que sugerem fazê-lo de forma caseira, não é recomendada essa prática, pois não é seguro para o uso, manuseio ou armazenagem. Formulações ‘clandestinas’ não possuem ingredientes próprios para isso ou, quando os contêm, não estão em quantidades suficientes.