Teca e Tuti: Uma Noite na Biblioteca estreia em julho

O filme é de Eduardo Perdido, Tiago Mal e do rio-clarense Diego M. Doimo

O longa-metragem de animação “Teca e Tuti: Uma Noite na Biblioteca” conquistou o prêmio de melhor longa infantil 2024 na 21ª edição do Festival Internacional de Cinema Infantil, que aconteceu no Rio de Janeiro.

O filme tem a direção de Eduardo Perdido, Tiago Mal e do rio-clarense Diego M. Doimo, todos formados em Imagem e Som na UFSCar e desde 2003 dirigem a Rocambole Produções.

Foto: Divulgação

No mês de julho, a animação que também recebeu um prêmio especial do júri no 44º Festival del Nuevo Cine Latino-americano, em Cuba, no final de 2023, ganha as telonas dos cinemas pelo Brasil.

O filme “Teca e Tuti: Uma Noite na Biblioteca” é composto na sua maioria por cenas animadas em stop motion, realizadas na sede da produtora em São Carlos/SP.

SINOPSE

A pequena traça Teca vive com sua família e seu fiel ácaro de estimação Tuti numa caixa de costura. O que eles mais gostam é de comer papel, mas quando Teca aprende a ler, percebe que os livros não podem ser comidos, afinal eles guardam as histórias que ela adora. Decididos a resolver um grande mistério, Teca e Tuti partem para a biblioteca, em busca da história mais importante de suas vidas.

Clique aqui e confira mais vídeos sobre os bastidores do filme “Teca e Tuti: Uma Noite na Biblioteca”

Mais em Intervalo:

Celebração do Padroeiro tem missas e quermesse

Nova JC Magazine chega com muito conteúdo neste domingo