RC e cidades da região sofrem com internet de baixa velocidade

103

Ednéia Silva

Usuário que tiver dificuldade de acesso à internet pode registrar queixa na ouvidora da Anatel (foto Marcos Santos/ABr)
Usuário que tiver dificuldade de acesso à internet pode registrar queixa na ouvidora da Anatel (foto Marcos Santos/ABr)

Quem usa a internet já se deparou com o problema: a lentidão na conexão ou até mesmo queda do sinal, principalmente em horários de pico. A situação que se tornou bem mais comum do que deveria agora foi constatada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Levantamento feito pela agência revela que Rio Claro e mais oito cidades da região sofrem com problemas de conexão por baixa velocidade.

De acordo com a Anatel, a lentidão na internet afeta as cidades de Rio Claro, Itirapina, Araras, São Carlos, Porto Ferreira, Américo Brasiliense, Araraquara, Matão e São João da Boa Vista. Nesses locais, a velocidade de conexão varia de 2 a 12 megabytes por segundo.

A Anatel recebeu reclamação dos consumidores de Rio Claro de todas as operadoras que prestam serviço no município e em quase todas as faixas de velocidade ofertadas. Um problema é o não cumprimento da velocidade contratada pelo usuário.

Para verificar se a operadora está cumprindo o contrato, o consumidor pode medir a qualidade da conexão banda larga pelo site www.brasilbandalarga.com.br.

Pelas regras vigentes, as empresas devem entregar pelo menos 80% da taxa de transmissão média e 40% da taxa de transmissão instantânea (aquela aferida pontualmente em uma medição). Por exemplo, se uma operadora oferece uma banda larga de 10 Mb/s ao cliente, ela deve atingir a média mensal de 8 Mb/s. A taxa de transmissão instantânea mínima seria de 4 Mb/s. Caso isso não ocorra, o usuário deverá denunciar o fato à Anatel através do telefone 1331 ou ainda pelo site www.anatel.gov.br.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: