Prefeitura troca empresa de coleta seletiva e ecopontos

331

O município de Rio Claro precisou fazer um contrato emergencial para que os serviços de coleta seletiva, cata-bagulho e gerência dos seis ecopontos e das 25 caçambas instaladas na região rural da cidade sejam mantidos.

Entenda

Encerrou-se nessa quinta-feira (24) o contrato do lote desses serviços com a empresa Estre, que continuará a fazer a coleta de lixo domiciliar. Conforme a coluna FAROL, do JC, antecipou nesta semana, a empresa não demonstrou interesse na renovação contratual.

A Conspavi Comércio de Locação de Máquinas foi contratada pela administração por pouco mais de R$ 1 milhão para a realização dos serviços. O prazo do contrato é de 90 dias, o que dá em média R$ 345 mil por mês. Segundo a secretária do Meio Ambiente, Gisele Pfeifer, o valor é o menor ofertado pelas empresas interessadas no contrato que, por ser emergencial, foi fechado com dispensa de licitação e poderá ser renovado por igual período.

“Ao final de 90 dias o município terá economizado quase R$ 330 mil, já que a Prefeitura pagava, em média, R$ 455 mil mensais pelos serviços e no contrato emergencial paga R$ 345 mil por mês”, afirma a secretária. A coleta de lixo domiciliar, feita pela Estre, seguirá até o início do mês de dezembro, segundo a secretária, quando será decidido se uma nova licitação será feita para a contratação de empresa prestadora do serviço.

Relembre

A Estre foi contratada no início de 2018, também de forma emergencial, já que a então responsável pelo serviço, Ambientelix, também não demonstrou interesse na renovação. Após o período, a Prefeitura abriu uma licitação para a oferta dos serviços e a Estre venceu o certame nos dois lotes: domiciliares, comerciais, de serviços e institucionais, incluindo das áreas administrativas industriais (lote 1) – que continuará fazendo até o fim do ano – e transporte de resíduos recicláveis (lote 2), que agora está sob nova responsabilidade. Balizado em R$ 36,4 milhões na época, a empresa foi contratada em pregão por R$ 12,3 milhões.

Ecopontos

Os ecopontos abrem de segunda a sexta-feira das 8h às 20 horas, aos sábados das 8h às 17h e aos domingos e maioria dos feriados, das 8h ao meio-dia. Os seis ecopontos estão nos bairros São Miguel, Inocoop/Guanabara, Jardim Figueira, Jardim das Palmeiras, no Cervezão e Jardim São Paulo. A nova empresa responsável também fará limpeza e manutenção das 25 caçambas instaladas na área rural.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: