Matheus Pezzotti

Deste 2006, arquibancadas tubulares são instaladas em um dos estádios de RC. Neste ano, foram colocadas no Schmidtão
Deste 2006, arquibancadas tubulares são instaladas em um dos estádios de RC. Neste ano, foram colocadas no Schmidtão

Nesta época do ano, já se tornou rotina no futebol da cidade a questão da capacidade dos estádios. Segundo laudo oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF), atualmente, o Benitão possui capacidade para 7.059 pessoas e o Schmidtão, para 6.284, ou seja, números inferiores à exigência da entidade, que é de 15 mil lugares para a disputa das séries A-1 e A-2.

De acordo com o presidente do Rio Claro FC, Luiz Balbo, após conversa com o Cel. Isidro Suita Martinez, vice-presidente do Departamento de Competições da FPF, o mandatário foi informado de que há um estudo para a diminuição da capacidade. Balbo acrescentou o fato da prefeitura ter se encarregado de instalar arquibancadas pré-moldadas no Schmidtão, as mesmas utilizadas na Arena Corinthians, na Copa do Mundo.

Publicidade

“Eles assumiram um compromisso na FPF e, se ninguém fizer, ninguém vai jogar em Rio Claro, mas eu vou jogar, se não for em Rio Claro, jogarei em outra cidade. É para começar em dezembro. Se começar a fazer o projeto, a FPF libera o estádio. Seria duradouro fazer no Schmidtão, com previsão de fazer inicialmente seis mil lugares e terminar no próximo ano. Vai ficar direto no estádio, sem ser utilizada para o Carnaval”, afirma.

A prefeitura foi questionada pela redação do JC sobre as declarações de Balbo e, por meio de sua assessoria, não sustentou as afirmações, destacando outra prioridade. “A prioridade financeira da administração municipal no momento é o pagamento da segunda parcela do 13º, as horas extras e os salários do funcionalismo. A prefeitura não tem condições financeiras de fazer locação e muito menos de construir arquibancadas. O secretário municipal de Esportes, Reginaldo Breda, esclarece que na conversa com o presidente do Rio Claro FC ressaltou que o melhor seria construir arquibancadas de alvenaria no Schmidtão ou no Benitão, uma vez que ambos são estádios municipais. Breda esclarece que não fez nenhuma promessa sobre o assunto. Portanto, não procedem as informações apresentadas pelo dirigente rio-clarista”, diz a nota.

A redação do JC tentou, sem sucesso, entrar em contato com o presidente do Velo Clube, Adalberto Irineu Borges, para que falasse a respeito das possibilidades de ampliar a capacidade do Benitão. Com informações apuradas pelo jornalista Ivo Rosalem, o valor do aluguel das arquibancadas tubulares aumentou de 600 para 700 mil reais durante os meses necessários para os times disputarem os estaduais no próximo ano.

Mais em Esportes: