Leilão que inclui SP-310 e SP-191 acontece amanhã

547

Está previsto para acontecer nesta quarta-feira (8) o leilão do lote Piracicaba-Panorama, por parte do Governo Estadual junto à Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Trata-se de 1.273 quilômetros de rodovias entre a cidade de Piracicaba e o município de Panorama, na divisa com o Mato Grosso do Sul, que passarão a contar com novas concessões. De acordo com a Artesp, ao longo de 30 anos deverão ser investidos R$ 14 bilhões em obras de ampliação e modernização nos trechos.

A microrregião de Rio Claro também está inserida no lote. Somente na Rodovia Washington Luís (SP-310) são previstas as construções de terceiras e quartas faixas entre os quilômetros 153,5, em Cordeirópolis, e 193, em Corumbataí. Obras de construção de marginais estão previstas também entre os quilômetros 171 e 176,5 (crescente) em Rio Claro e também na Rodovia SP-191 (Irineu Penteado), em Ipeúna, entre os quilômetros 86,5 e 87,5. Já obras de duplicações são previstas no trecho da SP-191 entre Rio Claro, do quilômetro 74,5, a São Pedro, no quilômetro 115,5. Faixas adicionais são previstas para a SP-197, entre o quilômetro 0 (zero), em Brotas, ao 20, em Torrinha.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan News, o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), declarou que será “mais de R$ 1 bilhão em contratação no DER (Departamento de Estradas de Rodagem) em todo o interior de SP. Mas, ao lado de criar capacidade de investimento, é trazer o parceiro privado para fazer aquilo que o estado não precisa fazer”, afirma. São 21 projetos de concessões e parcerias público-privadas existentes no Governo Estadual.

Ainda segundo o Artesp, após a definição do vencedor do leilão, a Comissão Especial de Licitação irá avaliar a garantia de proposta da vencedora e demais documentos de habilitação e qualificação técnica. Após verificação e validação de toda a documentação serão marcadas as datas de assinatura de contrato. A previsão é de que a operação da concessionária seja iniciada ainda no primeiro trimestre deste ano.

Investimento

A concessão de 30 anos prevê investimentos que somam R$ 14 bilhões na infraestrutura de 1.273 quilômetros de rodovias que atravessam o Estado de São Paulo, incluindo o trecho de Rio Claro.

Como se trata de concessão, os investimentos são feitos integralmente pela empresa que vencer a licitação, não haverá desembolso dos cofres públicos. Confira acima o que é previsto para a microrregião.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: