Itirapina: imóveis vagos são 25%

56

Vivian Guilherme

Prefeitura quer aumentar alíquota do ITR para terrenos sem área construída em Itirapina, passando para 4%
Prefeitura quer aumentar alíquota do ITR para terrenos sem área construída em Itirapina, passando para 4%

Deve ser votado na próxima sessão camarária de Itirapina projeto de lei nº18/2015 que traz como proposta o aumento da alíquota do Imposto Territorial Urbano (ITR) para 2016, passando dos atuais 2,5% para 4%, sobre o valor venal dos terrenos vagos.

Segundo dados informados pela prefeitura da cidade, o número de imóveis que pagam IPTU em 2015 é de 6.686, sendo 4.791 residências, 264 prédios comerciais e 1.631 terrenos vagos, ou seja, sem construção. Os números mostram que 25% dos imóveis de Itirapina estão terrenos vagos.

Neste ano, o IPTU de um terreno na área central com 250 m² custa R$346,31, se o projeto for aprovado, o valor deve passar a ser R$554,10. “É um imposto muito barato, quase irrisório, para um ano inteiro para quem tem terrenos, muitos deles abandonados, cheios de lixo, entulho, mato e, o pior de tudo, criadouros de mosquito da dengue”, comenta o prefeito José Maria Cândido, que justifica: “pelo menos 90% deles não limpam, não fazem muros e nem calçadas nos terrenos”.

Se o projeto for aprovado, a previsão é de que a Prefeitura consiga arrecadar em 2016 por volta de R$ 200 mil a mais que em 2015, somente com os terrenos. “Esse valor será utilizado para recapeamento asfáltico e outras melhorias”, aponta o prefeito.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: