Cidade foi emancipada em 1965; em 1944 foi nomeada Ipeúna, que significa “Ipê preto”em tupi guarani

Da Redação

Cidade foi emancipada em 1965; em 1944 foi nomeada Ipeúna, que significa “Ipê preto”em tupi guarani
Cidade foi emancipada em 1965; em 1944 foi nomeada Ipeúna, que significa “Ipê preto”em tupi guarani

O município de Ipeúna completa neste sábado (21) 50 anos de emancipação político-administrativa, ocorrida em 21 de março de 1965. Em comemoração, eventos serão realizados até o próximo dia 11. Nesta sexta-feira (20) acontece o baile de Aniversário da Cidade, na Praça Central, às 22h, com a presença da Banda Fattus.

No sábado, aniversário do município, ocorre o desfile cívico, às 10h, em frente ao Paço Municipal. Às 19h30, acontece a celebração eucarística em ação de graças ao aniversário da cidade, na Igreja Matriz Nossa Senhora Conceição. Ainda no sábado a partir das 21h, na Praça Central, acontece o Show de Talentos.

No domingo (22), a terceira edição do Chá no Museu, Exposição de Carros Antigos e apresentação da Banda Musical Municipal, a partir das 10h, movimenta o Museu Municipal. Às 19h, a Igreja do Evangelho Quadrangular realiza culto. No dia 28 (sábado), acontece o Campeonato Municipal de Truco, a partir das 15h, no Centro Comunitário “Armando Zamboini”.

História

Com o fim da escravidão e a chegada de imigrantes, principalmente italianos, o povoado que daria origem a Ipeúna ganhou organização administrativa, chamando-se Distrito de Paz, Santa Cruz do Passa Cinco, Santa Cruz da Boa Vista, Santa Cruz da Invernada e mais tarde Ipojuca, que na língua indígena significa “água parada, água suja”. Em 1944 o nome foi substituído por Ipeúna (”ipê preto”) e assim permaneceu.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Prefeitura altera trânsito na Visconde com a Avenida 32

Prefeito de Santa anuncia abono salarial de R$ 400,00 em dezembro